Schumacher esquiava em velocidade “normal” fora das pistas, segundo peritos

  • Por Agencia EFE
  • 08/01/2014 09h45

Paris, 8 jan (EFE).- O heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher esquiava em velocidade “normal” e fora das pistas demarcadas da estação de Méribel, nos Alpes franceses, quando sofreu no dia 29 de dezembro o acidente que o deixou em estado crítico, segundo a versão dos investigadores.

A análise do vídeo gravado pela câmera do capacete de Schumacher mostra que não foi evidenciada “velocidade excessiva”, mas sim que ele esquiava em “uma velocidade completamente normal”, destacou o comandante de Gendarmaria (polícia) Stéphane Bozon em entrevista coletiva em Albertville (França).

“A velocidade não é um elemento particularmente importante (…) para a conclusão da investigação”, afirmou o chefe das investigações, Patrick Quincy, que reconheceu não poder precisar a velocidade do ex-piloto, que talvez seja obtida com exatidão quando a gravação, de dois minutos de duração, tiver sido esmiuçada.

Quincy insistiu que as pistas de Méribel pelas quais Schumacher esquiava junto com o filho de 14 anos e amigos estavam demarcadas de acordo com as regras em vigor e que o vídeo não mostra que ele saiu delas para ajudar uma pessoa que teria caído, como se especula.

O investigador declarou ainda que nos depoimentos das pessoas que acompanhavam o ex-piloto e nos de outras testemunhas, não houve confirmação de que Schumacher tinha tentado socorrer alguém.

Isso significa que “deliberadamente ele decidiu ir à área” fora das pistas, acrescentou Quincy, representante do Ministério Público.

“Schumacher é um bom esquiador que conhece bem Méribel, aonde vai regularmente”, acrescentou Quincy. EFE