Shimon Peres lamenta morte de Sharon, líder “corajoso” que “amava” seu povo

  • Por Agencia EFE
  • 11/01/2014 15h45

Jerusalém, 11 jan (EFE).- O presidente israelense, Shimon Peres, lamentou neste sábado a morte do ex-primeiro-ministro Ariel Sharon, que segundo o atual líder foi um “grande líder”, militar “corajoso” e uma pessoa que “amava seu povo”

“O Estado de Israel está de luto pela morte do ex-primeiro-ministro Ariel Sharon, um líder grande e corajoso, de grande estatura, que amava seu povo e amado por seu povo”.

Contemporâneo de Sharon, de quem primeiro foi rival político e depois aliado, Peres lembrou a longa amizade pessoal que os unia desde antes da criação do moderno Estado de Israel, em 1948, quando ambos iniciaram suas respectivas carreiras na vida pública.

Ao longo de sua vida, “Arik”, como Sharon era conhecido popularmente, “tomou decisões difíceis, tanto na vida civil como na militar, em momentos de guerra e em momentos de paz”.

“Transformou a Guerra do Yom Kippur (1973) de uma derrota possível em uma vitória inapelável”, afirmou Peres sobre aquela que é considerada a grande contribuição de Sharon para a segurança de Israel.

E por isso será recordado como “um líder especial na história do povo” israelense, concluiu Peres. EFE