Sony quebra silêncio sobre processo de Kesha para se livrar de Dr. Luke

  • Por Jovem Pan
  • 25/02/2016 19h19
Dr. Luke e Kesha

Nas últimas duas semanas, desde quando Dr. Luke saiu vitorioso do processo acionado por Kesha para se ver livre do contrato com o produtor e empresário, vários artistas se manifestaram em apoio à cantora. E, depois de muito tempo em silêncio, chegou a vez da Sony Music, gravadora que detém o contrato de Kesha, se pronunciar sobre o assunto.

Scott A. Edelman, advogado da gravadora, disse em entrevista ao ‘The New York Times” que a Sony “não está em posição de determinar o relacionamento contratual entre Luke e Kesha”.

Entretanto, ele afirmou que a empresa está fazendo o possível para apoiar a cantora para se livrar que Dr. Luke (acusado por ela de estupra-la e praticar terrorismo psicológico), mas está de mãos atadas. “A Sony está fazendo tudo o que pode para apoiar a artista nessas circunstâncias, mas legalmente não pode terminar o contrato do qual não faz parte”, acrescentou Edelman.

Segundo o representando confirmou para a “Billboard”, o contrato inicial assinado por Kesha, em 2005, era entre a cantora e a Kasz Money, empresa de Dr. Luke. Em 2009, o produtor levou o contrato para a Sony, de forma que a gravadora não tenha poder legal para quebrar o acordo assinado por Kesha. No decorrer dos anos, a Kasz Money colocou o contrato com a artista em vários subsidiários da Sony Music, mas ficou proprietária do contrato da cantora.

A audiência no começo deste mês de fevereiro, foi determinado pelo juiz que Kesha poderá produzir músicas sem o envolvimento direto de Dr. Luke. Mas, como ele também é empresário da cantora, ainda terá porcentagem nos lucros dela.