“Bright”, com Will Smith, é detonado pela crítica: “desastre”

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2017 11h17
ReproduçãoWill Smith e Joel Edgerton em cena de "Bright"

Primeiro filme blockbuster da Netflix, “Bright” não agradou a crítica internacional. A produção que conta com Will Smith chega à plataforma de streaming dia 22 de dezembro, mas já foi detonada pela mídia especializada, que chegou a rotular a ficção de “o pior filme de 2017”.

“Nem mesmo o carisma de Will Smith consegue competir com o design confuso, personagens pobres e uma metáfora racial estúpida. O resultado é outro desastre”, escreveu o site The Wrap.

O The Hollywood Reporter endossou a crítica: “como produto final, apesar de muito vergonhoso, o filme não é envolvente “. “Tem filmes chatos, tediosos, e tem ‘Bright’, um filme tão profundamente ruim que os republicanos vão querer acabar com as férias de Natal (…) a única coisa mais previsível que a trama de policiais é a ideia de que um ano tão devastador quanto 2017 guardaria o pior para o final”, escreveu o IndieWire.

“Bright” se passa em um mundo futurista onde humanos e seres fantásticos convivem em harmonia e traz Will Smith e Joel Edgerton como os protagonistas policiais que tentam impedir que uma arma caia nas mãos erradas. O longa tem direção de David Ayer (“Esquadrão Suicida”).