‘Conversa com Bial’ exibirá entrevistas com Olavo de Carvalho, Jean Wyllys e Moro

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2019 19h54
Reprodução/TV GloboA entrevista de Olavo de Carvalho a Pedro Bial será exibida nesta quarta-feira (10)

O “Conversa com Bial” volta ao ar nesta terça-feira (9), na Globo. Na primeira semana, Pedro Bial entrevistará nomes ligados ao mundo político que chamaram atenção no Brasil nos últimos tempos: Sérgio Moro, Olavo de Carvalho e Jean Wyllys. O ministro da Justiça foi o escolhido para a edição de estreia da 3ª temporada.

Nos dois dias seguintes, duas entrevistas gravadas no exterior: com Olavo de Carvalho, nos Estados Unidos, e com Jean Wyllys, ex-deputado federal, na Europa. A Globo divulgou pequenos trechos das entrevistas que irão ao ar com os dois. O programa com Olavo vai ao ar nesta quarta-feira (10), enquanto o com Jean será exibido na quinta-feira (11). Na sexta-feira (12), a semana se encerra com uma entrevista com o cantor Djavan.

“Eu fui o laboratório para tudo que Jair Bolsonaro fez depois. Fui a cobaia do laboratório e a escada que ele utilizou. Até eu chegar no parlamento, ele era um político paroquial, conhecido do Rio de Janeiro, desqualificado, do baixo clero”, afirmou Jean Wyllys a Bial.

Olavo de Carvalho, por sua vez, falou sobre o atrito com os militares no governo Bolsonaro. “Apareceu depois aquele general dizendo que eu sou um maluco e o [Steve] Bannon é um maluco. Então ele está dizendo o seguinte: nosso presidente não está qualificado para escolher os amigos, não tem maturidade para escolher os amigos, precisa ser administrado pelo papai, o general, que escolhe os amigos para ele. Isso é um insulto monstruoso que ele fez ao nosso presidente”, disse.

Em comunicado divulgado pela emissora, Pedro Bial comentou a nova temporada. “Seguimos buscando ampliar nossa arena de debate público, contemplando os desejos e inquietações explícitas e implícitas, manifestas ou latentes, do cidadão brasileiro. Sempre no tom amigável de uma conversa”, afirmou.

O Conversa com Bial é após o “Jornal da Globo”.

*Com Estadão Conteúdo