Novo Coringa, Joaquin Phoenix relutou em aceitar papel por não curtir filmes de HQs

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2019 14h02
DivulgaçãoJoaquin Phoenix conversou com site sobre hesitação em aceitar viver vilão de Batman

“Coringa” está prestes a estrear nos cinemas e Joaquin Phoenix, responsável pelo vilão no filme de Todd Phillips, admitiu que foi relutante em aceitar o papel do maior antagonista do Batman.

Em entrevista ao site TotalFilm, Phoenix revelou que não gosta da forma que os personagens em filmes de super-heróis são retratados em adaptações cinematográficas.

“Eu acho que muitas vezes, nesses filmes, temos esse padrão simplificado e reducionista e isso permite que o público fique distante do personagem, assim como faríamos na vida real, onde é fácil rotular alguém como mal e, portanto, dizer: ‘Bom, eu não sou assim’.”

A proposta do personagem foi recebida com surpresa pelo ator, que citou “medo” na hora de dar OK para o papel.

“Demorei um pouco [para me comprometer]. Agora, quando olho para trás, não entendo porquê… Havia muito medo, sim. Mas eu sempre digo que há o medo que motiva e o que paralisa. Há o medo no qual você não pode se mover nem 1 milímetro e há aquele que é tipo ‘OK, o que fazemos agora? Isso não é bom o suficiente’. E você vai mais fundo. Amo esse tipo de medo. Ele nos guia, nos faz trabalhar mais e melhor”, explicou.

Joaquin Phoenix contou também que a concepção do Coringa de Todd Phillips o ajudou a aceitar o desafio. “Há momentos em que você vai se sentir conectado e torcendo por ele, e momentos em que você deve sentir repulsa por ele. E eu gosto dessa ideia de desafiar o público e me desafiar a explorar um personagem assim. É raro explorar personagens assim em qualquer filme, mas especificamente no gênero de super-heróis.”

“Coringa”, que será exibido no festival de cinema de Veneza no final deste mês – e estreará em 3 de outubro no Brasil – tem sido apontado como um dos favoritos para o Oscar do ano que vem.

história acompanhará Arthur Fleck (Phoenix), um comediante fracassado que se torna um criminoso psicopata depois de enlouquecer.