Diane Keaton defende Woody Allen de acusação de abuso: “continuo acreditando nele”

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2018 11h46
Reprodução/ CBSDiane Keaton recebe o prêmio Cecil B. DeMille em nome de Woody Allen em 2014

Em meio aos rumores de que “A Rainy Day in New York”, novo filme de Woody Allen, pode ter seu lançamento cancelado, Diane Keaton usou as redes sociais para defender o diretor das acusações de abuso sexual e afirmou que “continua acreditando” em sua inocência.

A amiga e parceira profissional de longa data do cineasta usou o Twitter para se manifestar. “Woody Allen é meu amigo e eu continuo acreditando nele”, escreveu ao postar um vídeo em que o diretor aparece negando as acusações em 1992.

“Pode ser interessante assistirem a entrevista ao ‘60 Minute’, de 1992, e verem o que acham”, completou.

A acusação de Dylan Farrow, filha adotiva de Woody Allen, contra o pai existe há décadas e ganhou forças no último mês quando ela deu uma entrevista detalhando os abusos que sofreu durante a infância.

Diane Keaton, por sua vez, já defendeu o diretor mais de uma vez ao longo dos anos. Amigos de longa data, ela recebeu o Oscar de Melhor Atriz em 1977 por “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”, dirigido por Allen.