Diretor diz que relação de “Os Incríveis 2” com o #MeToo é coincidência

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2018 13h29
ReproduçãoProtagonismo da Mulher Incrível era ideia antiga para a trama da sequência

Desde que a sinopse de “Os Incríveis 2” foi divulgada, fãs apontaram a semelhança do enredo com o movimento #MeToo por conta do protagonismo de Helena, que sai de casa para ser uma super-heroína enquanto Beto cuida das crianças e das tarefas domésticas. Em entrevista, o diretor Brad Bird disse que a relação do filme com o movimento não passa de uma coincidência.

“Estamos contanto a história que queremos contar. Algumas pessoas comentaram que direcionamos a história para o movimento #MeToo porque temos uma protagonista feminina e todas essas coisas. Mas tive essa ideia logo depois do primeiro filme. É o conceito mais antigo da sequência junto com explorar os poderes de Zezé”, falou ao Screen Rant.

“Nós realmente não respondemos a nada do movimento porque nossos prazos de ideia são muito longos. Apenas vamos contar as histórias que queremos contar”, finalizou.

O movimento #MeToo ganhou força no fim de 2017 quando as denúncias de assédio sexual dentro de Hollywood começaram a ganhar repercussão. O movimento foi uma das inspirações para a criação do Time’s Up.

“Os Incríveis 2” chega aos cinemas dia 28 de junho.