Brasil tem quatro representantes em mostra do Festival de Berlim

Filmes brasileiros serão exibidos em mostra que privilegia produções infanto-juvenis

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2020 15h17
EFE/EPA/OMER MESSINGERO Festival de Berlim acontece entre os dias 20 de fevereiro e 1º de março

O Festival de Berlim divulgou nesta quarta-feira (22) a programação completa da mostra Geração, dedicada ao cinema infantil e juvenil, com 59 filmes procedentes de 34 países, entre eles quatro brasileiros, que competirão pelos Ursos de Cristal.

Mostrar a própria identidade, livrar-se dos rótulos sociais e reavaliar as imposições da mídia são desafios que jovens protagonistas assumem com coragem, como a transgênero Alice, que dá nome ao filme “Alice Júnior”, de Gil Baroni, e compartilha a vida nas redes sociais, apesar de todos os dramas envolvidos.

Muitos filmes dessa categoria mostram personagens femininas fortes que se tornam novos modelos dentro da família e da sociedade, como as skatistas de “Meu Nome É Bagdá”, de Caru Alves de Souza, que mostram a energia e o poder de sua emancipação em um cenário marcado pelo machismo.

A participação brasileira também conta com o curta-metragem “Rã”, de Ana Flavia Cavalcanti e Julia Zakia, e “Irmã”, longa de Luciana Mazeto e Vinícius Lopes.

“O olhar aberto e alerta, o questionamento das convenções e muitas vezes as transgressões dramáticas das fronteiras ilustram o poder dos filmes na Geração, tanto em suas histórias e temas como em sua linguagem cinematográfica”, disse Maryanne Redpath, diretora da seção.

Segundo Redpath, os filmes selecionados “celebram a diversidade e as diferenças da experiência humana e dão aos espectadores de todas as idades espaço para refletir com novos olhos o seu próprio ambiente”.

*Com EFE