Globo de Ouro vai investigar assédio sofrido por astro de “A Múmia”

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2018 12h12
ReproduçãoBrendan Fraser escreveu artigo sobre assédio sexual sofrido em 2003

Astro de grandes filmes dos anos 90, como “George: O Rei da Floresta” e a trilogia “A Múmia”, Brendan Fraser revelou ter sofrido assédio sexual do ex-presidente da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA), responsável pelo Globo de Ouro, em 2003. Agora, a organização prometeu investigar o caso.

“A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood não tinha conhecimento da situação e está investigando o caso no momento para encontrar mais detalhes que cercam o incidente”, declarou em comunicado.

A Associação ainda negou que tenha promovido um boicote a carreira do ator: “nos colocamos contra o assédio sexual e qualquer comportamento como o descrito no artigo [de Fraser]. Ao longo dos anos, continuamos a trabalhar positivamente com Brendan, com ele anunciando os indicados ao Globo de Ouro e participando das cerimônias”.

Em artigo à revista GQ, Brendan Fraser revelou que o motivo para ter se afastado do centro de Hollywood foi o assédio do qual foi vítima por parte de Philip Berk durante um almoço realizado pela HFPA. “Sua mão esquerda se aproxima, me agarra na poupa da minha bunda e um de seus dedos toca no períneo e começa a movê-lo”, lembrou.

“Eu me sentia mal. Me senti como uma criança. Senti como se houvesse uma bola na garganta. Pensei que fosse chorar”, disse ao lembrar que cogitou denunciar o episódio a um policial, mas se sentiu humilhado. “Isso me fez recolher”, falou.