Ator é demitido de ‘The Flash’ por comentários racistas e contra as mulheres

  • Por Jovem Pan
  • 09/06/2020 09h50
ReproduçãoHartley Sawyer vivia o Homem Elástico em produção de super-herói na TV

O ator americano Hartley Sawyer foi demitido da série “The Flash“, do universo da DC Comics, após o ressurgimento de antigas mensagens racistas e misóginas de sua conta no Twitter.

“Hartley Sawyer não retornará para a sétima temporada de ‘The Flash'”, divulgaram nesta segunda-feira (8) os produtores em comunicado à imprensa. A mensagem afirma que não serão toleradas “mensagens depreciativas contra nenhuma raça, origem étnica, gênero ou orientação sexual”.

“Estes tipos de comentários são antiéticos e vão contra nossos valores e políticas”, acrescentaram sobre Sawyer, que interpretava o personagem de Ralph Dibny e seu alter ego Homem Elástico na série.

Entre os antigos tweets do ator, de 35 anos, há mensagens como: “Só o que me impede de escrever coisas moderadamente racistas é saber que (o ativista) Al Sharpton nunca pararia de reclamar de mim”. Em outras, o ator fazia referência a estupros e depreciava mulheres.

As mensagens voltaram a repercutir nesta semana, após vários usuários do Twitter chamarem atenção sobre famosos que consideram racistas.

O movimento também é derivado dos protestos contra a discriminação racial que ganharam força após a morte de George Floyd, homem negro sufocado até a morte pelo policial branco Derek Chauvin enquanto era detido.

“(As mensagens) partiram o meu coração e fiquei muito enojado, e são um sinal do grande problema que temos em nosso país”, escreveu Eric Wallace, produtor executivo da série.

Wallace reafirmou o compromisso de “realizar uma mudança permanente no ambiente de trabalho de ‘The Flash'”.

“É um programa familiar, mas é para todas as famílias. Para proporcionar isto, continuaremos buscando roteiristas, diretores e atores negros de todos os sexos para que ajudem a contar as hisótias de ‘The Flash'”, analisou.

Em meio às críticas, Sawyer, que foi integrado ao elenco em 2017 como convidado especial e acabou se tornando um personagem permanente no ano seguinte, recorreu às redes sociais para dizer que está “envergonhado por ter sido capaz de fazer essas horríveis tentativas de chamar a atenção sem parar para pensar ou reconhecer o dano que poderiam causar”.

“Lamento profundamente. Esse comportamento não é aceitável. Hoje em dia, me dou conta (do impacto)”, escreveu o ator.

View this post on Instagram

My words, irrelevant of being meant with an intent of humor, were hurtful, and unacceptable. I am ashamed I was capable of these really horrible attempts to get attention at that time. I regret them deeply. This was not acceptable behavior. These were words I threw out at the time with no thought or recognition of the harm my words could do, and now have done today. I am incredibly sorry, ashamed and disappointed in myself for my ignorance back then. I want to be very clear: this is not reflective of what I think or who I am now. Years ago, thanks to friends and experiences who helped me to open my eyes, I began my journey into becoming a more responsible adult – in terms of what I say, what I do, and beyond. I've largely kept that journey private, and this is another way that I have let so many down. I still have more work to do. But how I define myself now does not take away the impact of my words, or my responsibility for them. I am very sorry.

A post shared by Hartley Sawyer (@hartleysawyer) on

*Com EFE