História fictícia de Hillary sem Bill Clinton será adaptada para TV

Baseada em livro best-seller, série discutirá feminismo e o papel das mulheres na política contemporânea

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2020 04h07
Peter Foley/ EFESérie se apresenta como uma alternativa feminista a história de Hillary Clinton

A plataforma de streaming Hulu adquiriu os direitos para criar uma série de televisão baseada no livro Rodham, de Curtis Sittenfeld, que sugere um mundo sem o ex-presidente americano Bill Clinton. O romance, bastante aclamado nos Estados Unidos, narra a trajetória de uma jovem Hillary Clinton — nascida Hillary Rodham —, e especula como seria sua história se ela não tivesse conhecido e casado com o ex-marido. Segundo o site The Hollywood Reporter, a série será produzida por Sarah Treem, conhecida por seu trabalho em The Affair

Além da trama fictícia, Rodham discute questões em voga nos Estados Unidos e no mundo, como feminismo e o papel das mulheres na política. Hillary Clinton disputou as eleições presidenciais americanas em 2016 contra Donald Trump, e apesar de ter tido a maioria absoluta de votos nas urnas, foi derrotada pelo candidato republicano nos votos por estado — que, por fim, decidem o próximo governante do país. Ela também tentou a vaga de candidata do Partido Democrata contra Barack Obama, em 2008, de quem foi Secretária de Estado.

A família Clinton inspira também a terceira temporada da série American Crime Story, que abordará o escândalo envolvendo o caso extraconjugal de Bill Clinton e sua então estagiária, Monica Lewinsky. Nas duas primeiras temporadas, a série reconstituiu o julgamento do jogador de futebol americano OJ Simpson, acusado de matar sua esposa, e o assassinato do estilista italiano Gianni Versace, respectivamente.