Jussie Smollett responderá por 16 acusações de falsa denúncia à polícia

  • Por Jovem Pan
  • 09/03/2019 12h51
EFEAtor responde acusações em liberdade e tem audiência marcada para a próxima semana

Jussie Smollett será indiciado por 16 delitos após uma suposta falsa queixa que fez à polícia no fim de janeiro, quando afirmou ter sido vítima de um ataque racial e homofóbico.

O ator, já afastado pela Fox da série “Empire”, será ouvido por um júri em audiência marcada para a próxima quinta-feira (14).

De acordo com o comunicado do tribunal, Smollett fez uma “denúncia falsa de ofensa” ao Departamento de Polícia de Chicago mesmo sabendo “o tempo todo que não havia nenhuma justificativa para crer que se tivesse cometido” o fato.

O ator fez as falsas declarações quando foi interrogado em duas ocasiões por dois detetives diferentes. Cada acusação corresponde aos atos falsamente descritos por Smollett.

Entre eles, estão a alegação de que foi atacado e golpeado por dois homens mascarados, que supostamente gritavam insultos de natureza racista e homofóbica, colocaram uma corda em volta do pescoço e lhe jogaram um suposto produto químico.

“Se um crime é cometido, cada crime tem várias partes e a acusação deve cobrir todas essas partes”, diz a decisão do júri do Condado de Cook.

Smollett, que é negro e se declarou gay, está em liberdade após pagar fiança de US$ 100 mil e pode ser condenado a uma sentença mínima de três anos de prisão.

O ator informou à polícia que foi atacado na manhã de 29 de janeiro, enquanto caminhava sozinho na rua no bairro de Streeterville, e que os agressores gritavam “esta é uma área da MAGA”, em referência ao tema de campanha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, “Make America Great Again (Torne a América Grande Novamente)”.

A polícia investigou o caso por três semanas como um suposto crime de ódio, e prendeu de maneira temporária dois irmãos nigerianos, mas descobriu que o ataque foi orquestrado pelo próprio Smollett , que pagou US$ 3,5 mil aos dois para simularem um ataque racista contra ele a fim de conseguir um aumento de salário na série.

*Com Agência EFE