Netflix anuncia 30 produções brasileiras entre séries e filmes; veja novidades

Maisa Silva, Fábio Porchat, Wagner Moura, Kéfera e muitos artistas estrelam novas produções originais.

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2019 12h52
DivulgaçãoServiço de streaming fez anúncio durante Rio2C, o maior evento de audiovisual do país

Durante o evento Rio2C, a Netflix anunciou nesta quarta-feira (24) a produção de 30 novos conteúdos brasileiros exclusivos para a plataforma nos próximos dois anos. Serão séries, filmes e documentários estrelados, entre outros, por Maisa Silva, Fábio Porchat, Thalita Rebouças, Larissa Manoela e Seu Jorge.

“O Brasil tem talentos extraordinários e uma longa tradição em contar grandes histórias. É por este motivo que estamos animados em aumentar nosso investimento na comunidade criativa brasileira. Esses 30 projetos, em vários estágios de produção em diferentes locais espalhados pelo país, serão feitos no Brasil e consumidos pelo mundo”, declarou Ted Sarandos, chefe de Conteúdo da Netflix, em comunicado à imprensa.

Veja as novidades anunciadas na Rio2C, o maior evento de audiovisual do Brasil:

FILMES

> Maisa será protagonista em três produções do serviço de streaming. Fábio Porchat também será a estrela de três filmes.

> Em 2021, “O Menino Maluquinho”, obra do escritor e cartunista Ziraldo, ganha nova adaptação pela Netflix, desta vez como animação.

> Larissa Manoela estrela o seu primeiro filme na plataforma: “Modo Avião”. Escrito e dirigido por César Rodrigues (“Vai que Cola – O Filme”), o enredo vai acompanhar Ana, uma jovem influenciadora digital que bate o Mustang de colecionador do avô ao tirar uma selfie e é enviada para a fazenda dele para tentar consertar o carro, com um detalhe crucial: ela não pode usar o celular.

> A escrita Thalita Rebouças vai estrear na Netflix com “Quem Nunca?”, história sobre rês adolescentes que vão a um acampamento escolar depois de fazer um pacto de permanecerem solteiras.

> “Ricos de Amor” será a comédia romântica estrelada por Giovanna Lancellotti e Danilo Mesquita. Na esperança de ganhar o coração da personagem de Lancellotti, Teto (Mesquita), um jovem rico, mente sobre ter sido criado pobre, a primeira de uma crescente teia de mentiras.

> “Carnaval” será dirigido por Leandro Neri (de “A Padroeira”).

> “Sergio” será produzido e estrelado por Wagner Moura. A cinebiografia segue a fascinante vida e a trágica morte do carismático diplomata brasileiro na ONU Sérgio Vieira de Mello e é ambientado horas após o ataque da Al-Qaeda ao Canal Hotel de Bagdá,quando ele é soterrado pelos escombros, relembrando suas polêmicas escolhas profissionais e o maior romance de sua vida.

SÉRIES

> “Futebol”, drama de Elena Soares que conta a história por trás da relação intensa entre dois jogadores – Toró e Pantera, dois meninos pobres de 15 anos que são escolhidos entre uma multidão para integrar a categoria júnior do maior time brasileiro: o Carioca Futebol Clube.

> “O Escolhido”, adaptação dos autores de fantasia Raphael Draccon e Carolina Munhóz, dirigida por Michel Tikhomiroff, estrelando Paloma Bernardi e Renan Tenca e produzida pela Mixer Filmes.

> “Sintonia”, criada por Kondzilla, Guilherme Quintella e Felipe Braga, com produção da Losbragas.

> “Irmandade”, com Seu Jorge e Naruna Costa, dirigida por Pedro Morelli e produzida pela O2.

> “Ninguém Tá Olhando”, comédia que marca o primeiro projeto solo de Daniel Rezende para a Netflix, estrelando Victor Lamoglia, Júlia Rabello e Kéfera Buchmann, com produção da Gullane.

Também foram anunciadas as novas temporadas de: “Samantha!”, “O Mecanismo” e “3%”.