Netflix suspende por completo serviço na Rússia devido à guerra contra a Ucrânia

Plataforma de streaming disse que ‘dadas as circunstâncias’ decidiu interromper suas atividades no país

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2022 15h59
Reprodução/Pexels/23.07.2021 Televisão cMão de uma pessoa usando um controle remoto em frente a uma TV da Netflix Novos valores da Netflix não agradaram e viraram assunto nas redes sociais

A Netflix decidiu suspender suas atividades na Rússia como forma de protesto contra a invasão do país na Ucrânia conflito esse que já dura 12 dias. Segundo divulgado pela Variety, a plataforma de streaming deu o anúncio de forma sucinta através de um porta-voz: “Dadas as circunstâncias, decidimos suspender nosso serviço na Rússia”. No início da semana passada, a Netflix já tinha anunciado que pausaria todos os futuros projetos e aquisições na Rússia, assim como diversas outras empresas. A gigante do streaming tinha quatro produções originais russas em andamento, sendo uma delas uma série de suspense policial dirigida por Dasha Zhuk. Segundo o The Hollywood Reporter, estima-se que a Netflix tenha cerca de 1 milhão de assinantes no país governado por Vladimir Putin

Vários estúdios de Hollywood também pausaram a exibição de seus filmes em território russo. A Disney anunciou no final de fevereiro que tiraria seus filmes de cartaz dos cinemas, assim como a Warner Bros., que decidiu não estrear o novo “Batman” no país. Sony, Paramount e Universal são outros grandes estúdios que também se comprometeram a parar de lançar filmes na Rússia. As empresas responsáveis pelas principais redes sociais da atualidade também tomaram atitudes. O TikTok suspendeu novos uploads e interrompeu as transmissões ao vivo no país. Já o Facebook impôs restrições que não agradaram o governo russo, que, para revidar, decidiu bloquear o acesso à rede social. A Academia Ucraniana de Cinema pediu um boicote aos filmes russos e artistas que fariam shows no país cancelaram suas apresentações, como a banda Green Day e o cantor Louis Tomlinson.