Oscar pode repetir a dose de cerimônia sem apresentador em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2019 12h00 - Atualizado em 28/03/2019 12h02
DivulgaçãoExecutiva da ABC afirma que emissora e Academia estudam a possibilidade de não ter um apresentar fixo novamente

O Oscar 2019 transmitiu a cerimônia sem um apresentador fixo pela primeira vez em 30 anos e, somado a menor duração, o resultado foi uma audiência 12% maior em relação a 2018.

No ano passado, a transmissão quebrou o recorde negativo de menor número de telespectadores registrado até então.

De olho nos dados positivos, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas estuda a possibilidade de repetir a dose e realizar a cerimônia de 2020 sem apresentador. A informação é do “The Hollywood Reporter”.

“As chances são grandes de vocês verem a gente repetir a fórmula que consideramos um sucesso”, disse Karey Burke, chefe de programação da ABC, canal detentor dos direitos de transmissão do Oscar nos Estados Unidos.

O ator Kevin Hart seria o apresentador da cerimônia em 2019, mas desistiu em dezembro após ser acusado de homofobia.

Neste ano, o grande vencedor da noite foi “Green Book – O Guia”, que além da estatueta de Melhor Filme, levou também as de Melhor Roteiro Original e Melhor Ator Coadjuvante, para Mahershala Ali.

Ainda não foi definida a data do Oscar 2020.