Pesquisa mostra que 94% das mulheres de Hollywood já sofreram assédio

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2018 10h20
EFE Harvey Weinstein Harvey Weinstein, produtor denunciado por Cara Delevingne, Ashley Judd, Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow

Aparentemente é pior do que pensávamos. Nesta terça-feira (20), o USA Today divulgou os resultados de uma nova pesquisa sobre o assédio sexual em Hollywood. A publicação entrevistou 843 profissionais da indústria do cinema (produtoras, atrizes, escritoras, diretoras, editoras e outras) e acredite se quiser: 94% delas, quase todas as entrevistadas, disseram já ter passado por alguma situação de assédio.

Segundo os dados, 87% das mulheres já ouviram comentários e/ou piadas sexuais; 75% viram outras colegas passarem por isso; 69% foram tocadas de forma inapropriada; 64% receberam propostas para uma relação sexual; 39% das mulheres viram uma foto sexual sem seu consentimento; 29% passaram por uma situação onde algum colega de trabalho se expôs inapropriadamente; 21% foram forçadas a praticar um ato sexual; e 10% foram obrigadas a ficarem nuas durante um teste.

Ainda de acordo com a pesquisa, somente uma em cada quatro mulheres assediadas reportaram essas experiências a alguém. O motivo? Medo de retaliação. Entre as que reportaram, a maioria declarou que não recebeu ajuda alguma. Apenas 28% afirmaram que o ambiente melhorou depois da denúncia.

Mais uma curiosidade: embora a questão tenha sido debatida desde 1991 nos Estados Unidos, mais de um terço das mulheres que responderam as perguntas não tinham certeza se os casos que aconteceram com elas entravam na categoria “assédio sexual”.

A pesquisa completa pode ser vista aqui.