Repórter da Globo esfaqueado recebe visita do pai na UTI; celular do jornalista é encontrado

Gabriel Luiz está internado em estado grave, porém está estável e consciente; caso ainda é investigado

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2022 14h24 - Atualizado em 15/04/2022 16h27
Reprodução/Globo Gabriel Luiz com um microfone da Globo na mão Gabriel Luiz está internado na UTI após ser esfaqueado em Brasília

O estado de saúde do jornalista Gabriel Luiz, repórter da TV Globo que foi esfaqueado na noite da última quinta-feira, 14, em Brasília, ainda é grave. No boletim médico divulgado na tarde desta sexta-feira, 15, foi informado que o paciente “foi submetido a intervenções cirúrgicas na madrugada de hoje” e “se encontra atualmente na UTI, no pós-operatório imediato”. Apesar de estar em estado grave, ele permanece estável e consciente. O Hospital de Base de Brasília (HBDF) também divulgou que Gabriel recebeu a visita do pai, Wilton Luiz Araújo, nesta sexta. Imagens de segurança registraram que o repórter levou as facadas de dois homens que o abordaram em um estacionamento perto da sua casa. Após o ataque, a dupla fugiu. 

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga o caso e, procurada pela Jovem Pan, informou que o celular de Gabriel, que até então estava desaparecido, foi encontrado e encaminhado à perícia. A carteira do jornalista estava no local em que ele foi socorrido, assim como a faca que possivelmente foi usada no ataque, sendo essa outra evidência enviada à perícia. Como o celular tinha sido aparentemente levado pelos criminosos, o caso passou a ser tratado como uma possível tentativa de latrocínio. Segundo o UOL, Gabriel levou 10 facadas que atingiram o abdômen, os braços e o pescoço dele. O jornalista foi socorrido pelo SAMU e precisou passar por por cirurgias para conter as hemorragias. Ele também operou a mão nessa manhã. Por opção da família, no fim da tarde, o jornalista foi transferido para um hospital particular. A Globo lamentou o ocorrido e declarou que “repudia veemente todas as formas de violência”.