Roteirista de ‘Aladdin’ diz que não ganhou ‘compensação’ financeira pelo uso de seus versos no live-action

  • Por Jovem Pan
  • 17/10/2018 17h34
Reprodução/YouTubeO roteirista do desenho não ganhou nem uma ida ao parque temático por ter seus versos estampados no trailer do live-action

Seis dias depois do lançamento do trailer do live-action de Aladdin, o vídeo já tem mais de 16 milhões de visualizações no Youtube. O desenho lançado em 1992 é uma das apostas da Disney de refazer seus sucessos com atores em carne e osso.

Assista ao trailer:

O público repercutiu o trailer e se viu bem satisfeito com as imagens, mas uma em questão não gostou do que viu. Terry Rossio, um dos roteiristas da versão original, não gostou de ver palavras de sua obra ditas sem qualquer compensação financeira. Veja:

“É tão estranho ver que as únicas palavras faladas no novo trailer de Aladdin sejam uma rima que eu e meu parceiro de roteiro [Ted Elliot] escrevemos, e a Disney nos oferece zero compensação. Ou para qualquer roteirista sobre qualquer uma dessas refilmagens em live-action. Nem mesmo uma camiseta ou um passe para o parque”, escreveu em sua conta no Twitter.

Os versos são os recitados pela Caverna das Maravilhas:

“Só um pode entrar aqui/ Aquele que tiver grande valor interior/ Um diamante bruto.”

A primeira versão de Aladdin está em 5º lugar na colocação entre as animações da Disney, atrás de Frozen, Zootopia, O Rei Leão e Moana. O longa arrecadou mais de 500 milhões de dólares ao redor do mundo. (Contando os filmes referentes a Pixar Studios, ele cai para a 19ª posição).

A versão live-action de Aladdin chega aos cinemas brasileiros em maio de 2019.