Unidos do Peruche vai levar a história de Salvador para a avenida no Carnaval 2017

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2017 18h22
Unidos do Peruche vai levar a história de Salvador para avenida no Carnaval 2017 - Divulgação

A Unidos do Peruche vai homenagear Salvador no Carnaval 2017. Com o samba-enredo “a Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria”, a Escola vai levar um espetáculo grandioso e emocionante na avenida.

Em entrevista à Jovem Pan, Murilo Lobo falou sobre o trabalho que desenvolveu com a Escola e deu detalhes do enredo “extremamente cultural e merecido à cidade que inspira a todos”.

“Vamos ver um pouquinho da história dessa cidade incrível. A Bahia já foi cantada por diversas escolas, mas Salvador nunca”, falou ao adiantar a forma como o desfile foi pensado. Ao todo, serão quatro caldeirões: caldeirão de Raça, de Fé, de Culturas e de Alegria.

“Vamos abrir com muita poesia, com Jorge Amado contando a história do começo da cidade. Depois passo por um ‘caldeirão de raça’ mostrando todos os povos que participaram da formação do povo de Salvador e do Brasil”, adiantou Murilo.

Na sequência, teremos o caldeirão de fé. “Não há lugar no mundo que cultue todos os santos de forma tão respeitosa como Salvador”, falou o carnavalesco. Um carro com 84 crianças, com meninas vestidas de mães de santo e meninos de anjo barroco, irá mostrar a junção do Catolicismo com o Candomblé.

No caldeirão de culturas, um dos pontos altos é o carro do pelourinho, com 120 atores encenando o princípio do bairro. Para encerrar o desfile, o caldeirão de alegria irá homenagear o Carnaval baiano e todos os blocos e grupos históricos, como o Olodum e Timbalada.

Com o tema colorido e festivo, a Peruche espera uma posição melhor no Carnaval de 2017 para escapar do susto do ano passado, quando ficou a uma posição do rebaixamento do Grupo de Acesso. Para Murilo, a Escola vem se transformando a passos lentos e recuperando o apoio da comunidade.

“A comunidade tinha se desacreditado da Escola, estava magoada. Passamos por uma transformação e hoje conseguimos resgatar a credibilidade. Vivemos um instante que podemos sonhar mais e sonhando em estar em outro pelotão, fazendo a Peruche voltar a ser grande”, afirmou o carnavalesco.