“A vitimização do discurso feminista me irrita”, diz Fernanda Torres

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2016 09h59
Fernanda Torres

Nesta segunda-feira (22), Fernanda Torres falou o que pensa sobre a causa feminista em seu texto “Mulher”, publicado na “Folha de S. Paulo”. Ao falar sobre o assunto, que vira e mexe dá polêmica nas redes sociais, ela disse que se incomoda com “a vitimização do discurso feminista”.

“Não me incomoda o machismo, confesso, talvez seja uma nostalgia de infância que carrego. A geração que me criou era formada por machões gloriosos, de Millôr a Miéle, irresistíveis até nos seus preconceitos”, escreveu Fernanda.

No texto, ela ainda falou sobre os protestos contra assédios na rua, o que chamou de campanhas “antipaquera”: “rejeito as campanhas anti fiu fiu e considero o flerte um estado de graça a ser preservado”, disse. “A vitimização do discurso feminista me irrita mais do que o machismo”, acrescentou a atriz.

Nas redes sociais, o texto não repercutiu bem entre o público feminino. “Acabo de ler um texto tão ruim da Fernanda Torres na Fuólha que o único lado bom é não querer chegar perto de nenhum livro dela”, escreveu uma internauta. “Que decepção ver esse texto da Fernanda Torres”, “li um texto da Fernanda Torres aqui que fez meus olhos sangrarem”, comentaram outras duas.