“Vou me preocupar com ele até o dia em que eu morrer”, diz Rihanna sobre Chris Brown

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2015 12h08

Casal viveu um relacionamento de idas e vindas entre 2007 e 2013

“Vou me preocupar com ele até o dia em que eu morrer”

Mesmo há alguns meses afastada oficialmente dos palcos e das turnês mundiais, Rihanna está mais em alta do que nunca.

Capa da revista “Vanity Fair” de novembro, ela abriu o coração e não se importou em falar sobre diversos assuntos, entre eles o turbulento relacionamento com o ex, Chris Brown.

“Pensei sim que podia mudá-lo. Eu era muito protetora com ele. Sentia que as pessoas não o compreendiam, mesmo depois [da agressão]… Mas quer saber? Você percebe, depois de um tempo nesta situação, que você é o inimigo. Você quer o melhor para eles, mas se você os lembrar dos seus fracassos ou dos maus momentos ou até dizer que você aguentaria algo por eles, eles pensam menos sobre você – porque sabem que você não merece aquilo”, disse.

Muito sincera, a cantora disse que é fiel ao que sente e não tem pressa em encontrar um novo amor e que, mesmo com as polêmicas, tem um carinho muito grande pelo ex.

“Às vezes você simplesmente tem que ir embora. Eu não o odeio. Vou me preocupar com ele até o dia em que eu morrer. Não somos amigos, mas não somos inimigos. Nós não temos nenhum tipo de relacionamento no momento”, reiterou.

Com os cabelos vermelhos, Riri posou para as fotos da publicação na cidade de Havana, em Cuba, e contou que não representa a fama de rebelde que tem.

“Ultimamente ando pensando no quão entediante eu sou. Quando tenho tempo livre, vejo TV. Honestamente, acho que seria divertido viver essa reputação, porque as pessoas tem esta imagem de que sou rebelde e louca, mas não sou nada do que eles pensam. A verdade é que a fama e os rumores realmente me perturbam. Me afastam até de querer ir a um encontro. Sempre me questiono se as pessoas tem boas ou más intenções”, completou.

Confira aqui fotos do ensaio: