122 a 73: Mavericks impõem a maior derrota da história dos Lakers

  • Por Estadão Conteúdo
  • 23/01/2017 10h52

Los Angeles Lakers agora ocupa o último lugar na Conferência Oeste

Los Angeles Lakers agora ocupa o último lugar na Conferência Oeste

O Los Angeles Lakers conheceu o fundo do poço. No primeiro ano depois da aposentadoria de Kobe Bryant, a franquia dona de 16 títulos da NBA sofreu, neste domingo, a maior derrota de sua história. Jogando em Dallas, levou 122 a 73. A margem de 49 pontos de diferença é a maior da história dos Lakers, também a terceira maior para vitórias dos Mavericks.

“A gente não apareceu para jogar, honestamente. É frustrante e honestamente vergonhoso, para nós como time, para nós como organização e para os torcedores do Lakers, que é tão bom com a gente”, admitiu o técnico Luke Walton.

Na vitória, o Dallas teve sete jogadores marcando mais de 10 pontos, sendo Justin Anderson o cestinha, com 19. A equipe da casa teve quase 50% de aproveitamento dos arremessos de quadra, contra 38% do Lakers. Para o time de Los Angeles, só dois jogadores chegaram aos dois dígitos em pontos, com destaque para Lou Williams, com 15. Marcelinho Huertas jogou sete minutos e fez um ponto, apenas.

E o Dallas não é nenhuma potência na atual temporada, pelo contrário. Era, aliás, o lanterna do Oeste, posto que deixou exatamente com o Los Angeles, pior time da conferência também na temporada passada. Agora, aparece com 16 vitórias e 32 derrotas, contra 15 vitórias e 29 derrotas do Dallas – a classificação é feita a partir do aproveitamento.

O domingo, aliás, era dos lanternas. O Phoenix Suns, que dividia o posto com o Dallas, também conquistou uma vitória muito expressiva. Fora de casa, no Canadá, venceu o fortíssimo Toronto Raptors, vice-líder do Leste, por 115 a 103.

Os Raptors lideravam até quando faltavam 6min03s para o fim do jogo. A partir dali, os Suns atropelaram, abrindo uma diferença final de 12 pontos. O armador Eric Bledsoe teve a melhor atuação da carreira, com 40 pontos e 13 assistências. Devin Booker, outro armador, também foi bem, com 20 pontos. Leandrinho nem precisou ser chamado.

Pelo time de Toronto, Lucas Bebê foi escalado como titular e teve um primeiro quarto brilhante, com 11 pontos. Depois, praticamente não foi mais acionado. Terminou o jogo com 13 pontos, sem bater seu recorde pessoal, que é 14. Se serve de consolo, não errou um único arremesso na partida, acertando inclusive uma cesta de três. O brasileiro ainda pegou cinco rebotes e conseguiu dois tocos.

LÍDER VENCE – Não chega a ser uma novidade, mas o Golden State Warriors também venceu na noite de domingo. Jogando fora de casa, em Orlando, fez 118 a 98 no Magic. A equipe perdia até o começo do terceiro quarto, quando deslanchou a ponto de ir para o último quarto com vantagem de 18.

Tanto Klay Thompson quanto Stephen Curry fizeram sete cestas de três pontos. Eles terminaram a partida com 21 e 27 pontos, respectivamente – Thompson não marcou nenhuma cesta de dois pontos e Curry uma só. Kevin Durant anotou 15 pontos. 

A vitória foi a 38ª do Golden State, que só perdeu seis até aqui. O aproveitamento de 86,4% pontos, por enquanto, só é pior do que o que o time teve na temporada passada (89%) e do que o Chicago Bulls de 1996 (87,8%). 

Confira os resultados deste domingo na NBA:

Orlando Magic 98 x 118 Golden State Warriors
Dallas Mavericks 122 x 73 Los Angeles Lakers
Toronto Raptors 103 x 115 Phoenix Suns
Minnesota Timberwolves 111 x 108 Denver Nuggets

Acompanhe os jogos desta segunda na NBA:

Charlotte Hornets x Washington Wizards
Brooklyn Nets x San Antonio Spurs
Atlanta Hawks x Los Angeles Clippers
Miami Heat x Golden State Warriors
Detroit Pistons x Sacramento Kings
Milwaukee Bucks x Houston Rockets
New Orleans Pelicans x Cleveland Cavaliers
Indiana Pacers x New York Knicks
Utah Jazz x Oklahoma City Thunder