Alan Kardec decide, e São Paulo derrota o Criciúma fora de casa

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2014 19h03
CRICIÚMA,SC,02.11.2014:CRICIÚMA-SÃO-PAULO - O jogador Edson Silva do São Paulo comemora gol durante partida entre Criciúma SC e São Paulo SP válida pela séria A do Campeonato Brasileiro, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma, SC, neste domingo (02). (Foto: Fernando Ribeiro/Futura Press/Folhapress) Folhapress Edson Silva comemora o primeiro gol são-paulino na vitória frente ao Criciúma

Foi sofrido e em baixo de muita chuva, mas o São Paulo conseguiu derrotar o Criciúma por 2 a 1, em Santa Catarina. Com esta vitória o time comandado por Muricy Ramalho conseguiu se manter na segunda posição, faltando apenas seis jogos para terminar o Brasileirão.

Com gols de Edson Silva, no primeiro tempo, e Alan Kardec na etapa final, o Tricolor conseguiu subir para 59 pontos e manteve a distância para o Cruzeiro em 5 pontos. Já o Criciúma que fez o seu tento com Souza, no segundo tempo, se manteve na lanterna da competição com apenas 30 pontos em 32 jogos e correndo sérios riscos de rebaixamento.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), quando enfrentará o Emelec, em Guayaquil, pela Copa Sul-Americana. Já os catarinenses continuam a sua saga para fugir da zona de rebaixamento e jogará contra o Cruzeiro, no Mineirão, no próximo domingo, às 19h30 (de Brasília).

O jogo – O início do jogo foi de muita pressão do Criciúma, com muitos chutes de fora da área e bolas alçadas na área. Porém a primeira grande chance foi dos visitantes, quando Rogério Ceni cobrou uma falta e exigiu Bruno a fazer uma linda defesa. O goleiro são-paulino ainda fez uma defesa importante em um arremate de Lucca.

O tento tricolor surgiu aos 36 minutos, através de uma bola parada. Michel Bastos cobrou escanteio e Edson Silva concluiu de cabeça, após Bruno sair mal do gol. Ainda no final da primeira etapa, Rogério fez mais uma importante defesa em um chute de fora da área de Lucca.

No segundo tempo, o técnico Toninho Cecílio tirou o volante Rodrigo Souza e colocou Maurinho deixando o time com três jogadores na frente. Assim o mandante perdeu força no meio-campo e viu o São Paulo dominar o início da etapa final, com trocando muitos passes e valorizando a posse de bola, porém não forçou o goleiro Bruno a fazer nenhuma defesa.

O castigo aos paulistas veios aos 25 minutos, e em um lance polêmico, resultou o gol do Tigre. Após uma bola alçada na área, Souza estava em posição de impedimento e correu em direção a redonda, porém quem alcança é Maurinho. O atacante chutou e Rogério defendeu, no rebote, o próprio Souza chutou no canto esquerdo do goleiro.

Porém não demorou muito para os são-paulinos ficarem de novo na frente. Aos 37 minutos, Ademilson cruzou para Kardec e o centroavante cabeceou forte para conseguir fazer o gol da vitória Tricolor.

No final, os visitantes quase conseguiram fazer o terceiro tento após mais uma jogada entre Ademilson e Kardec, porém desta vez o camisa 14 tocou para o jovem jogador, mas o atacante errou o alvo de Bruno.