Além do Furacão, Palmeiras encara retrospecto ruim para se manter na Série A

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2014 09h15
Valdivia jogou machucado e pouco fez para ajudar o Palmeiras. Foi substituído no segundo tempoPalmeiras perde para o Coritiba e se complica

Jovem Pan transmite todas as emoções de Palmeiras x Atlético-PR, com narração de Nilson César, reportagens de Luis Carlos Quartarollo, Marcio Spimpolo e Fredy Junior, e comentários de Flavio Prado e Fernando Sampaio. Intervalo e Fim de Jogo ficam por conta de Felipe Motta. O Plantão Esportivo será comandado por Alfredo Luiz Filho. O Jovem Pan Online transmite, minuto a minuto, todos os lances da partida. Para acompanhar, acesse www.jovempan.com.br a partir das 17h (de Brasília).

Nesta série de derrotas finais, o Palmeiras já perdeu duas oportunidades de ir a Libertadores do próximo ano. Em 2007, derrota para o Atlético-MG dentro do Palestra Itália e, em 2009, derrota para o Botafogo no Engenhão tiraram as chances de disputar a competição continental. Em 2011, o alviverde não conseguiu sequer estragar os planos do arquirrival Corinthians. Após o empate por 0 a 0 entre os dois, os alvinegros conquistaram o pentacampeonato nacional.

Em 2012, com a equipe já rebaixada para a Série B, derrota para o Santos de Neymar por 3 a 1, na Vila Belmiro. No ano seguinte, já com o acesso garantido, o Verdão caiu diante do Chapecoense por 1 a 0, encerrando sua segunda passagem pela Série B com um revés. 

Desta vez, caso o Palmeiras caia diante do Atlético-PR, Vitória e Bahia podem ultrapassá-lo na tabela e decretar o terceiro rebaixamento do clube em 12 anos. Os Tricolores enfrentam o Coritiba e o Leão mede forças com o Santos.

Confira o retrospecto recente do Palmeiras em “despedidas”:

2005: Palmeiras 3 x 2 Fluminense

2006: Fluminense 1 x 1 Palmeiras

2007: Palmeiras 1 x 3 Atlético-MG

2008: Palmeiras 0 x 1 Botafogo

2009: Botafogo 2 x 1 Palmeiras

2010: Cruzeiro 2 x 1 Palmeiras

2011: Corinthians 0 x 0 Palmeiras

2012: Santos 3 x 1 Palmeiras

2013: Chapecoense 1 x 0 Palmeiras