Alonso admite que volta da Fórmula 1 para pista de Hermanos Rodríguez é especial

  • Por Agencia EFE
  • 27/10/2015 13h25 - Atualizado em 06/11/2017 11h38

O espanhol Fernando Alonso está otimista quanto ao desempenho das McLaren nos treinos

EFE O espanhol Fernando Alonso

O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, admitiu nesta terça-feira (27) que espera dificuldades no Grande Prêmio do México, mas mostrou boa expectativa pela disputa de prova em um circuito que está fora da Fórmula 1 desde 1992.

“As condições são desconhecidas, o que faz a corrida ficar mais emocionante. Ir a um novo GP, em um circuito em que a atual geração de pilotos não esteve, será especial, sobretudo porque há uma grande reputação desde a última vez que houve prova ali”, garantiu o duas vezes campeão mundial, em comunicado divulgado pela escuderia.

O México recebeu provas oficiais para a categoria entre 1963 e 1970, no circuito de Magdalena Mixhuca, retornando para sediar corridas entre 1986 e 1992, no circuito de Hermanos Rodríguez, justamente o palco do próximo Grande Prêmio da temporada, neste fim de semana, que ainda recebeu elogios de Alonso.

“Pelo que vi, parece um grande design, com algumas curvas interessantes e a combinação de alta velocidade com asfalto novo, o que será muito importante para obtermos melhor aderência”, analisou o 17º colocado na atual temporada.

Depois do 11º lugar nos Estados Unidos, Alonso afirmou que espera dificuldades para a McLaren, mas antecipou que a forma de trabalhar será a mesma, sem desistir de levar o carro ao melhor rendimento possível.

“Fiquei muito feliz em Austin, pois foi uma das corridas mais estimulantes do ano para a McLaren-Honda. Não nos rendemos e confiamos repetir alguma dessas batalhas no México, mas esperamos uma luta árdua, em um circuito que, no papel, não é propício para nós”, disse o espanhol.