Alonso não é o primeiro! Em 1992, Senna também fez testes na Indy; relembre

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2017 11h05

Senna em um carro da Indy durante teste em 1992

Reprodução Senna em um carro da Indy durante teste em 1992

O piloto espanhol Fernando Alonso faz nesta quarta-feira (03) seu primeiro teste com o carro em que correrá as 500 Milhas de Indianápolis, no fim do mês de maio. Assim como ele, outro campeão da Fórmula 1 também resolveu experimentar os monopostos das pistas norte-americanas. Há 25 anos, era o saudoso Ayrton Senna que fazia testes para pilotar um IndyCar.

Assim como Alonso, Senna também estava insatisfeito com o desempenho da McLaren. Irritado com a mudança do motor Honda para um Ford, o piloto brasileiro quase adiantou sua ida à Williams, mas não pode porque seu companheiro seria novamente Alain Prost e o contrato do francês proibia que Senna estivesse na mesma equipe. Todo esse cenário quase convenceu o tricampeão a se mudar para a Indy.

Em dezembro de 1992, ele fez um teste na Penske, equipe que na época tinha como piloto outro brasileiro campeão da F1, Emerson Fittipaldi.

Na pista oval da Firebird Raceway, em Phoenix, Senna precisou de apenas algumas voltas para superar o tempo registrado por Fittipaldi, que já corria a Indy desde 1984 e havia sido campeão das 500 Milhas em 1989. Enquanto Emerson demorou 25 voltas para fazer 49,7 segundos, Senna bateu a marca e fez 49,090 na sua 24ª volta.

Ao contrário de Alonso, que irá correr oficialmente em uma prova da Indy, Senna tentou fazer o seu teste em segredo. Tentou, porque logo imagens das suas voltas foram vazadas, gerando especulações sobre sua saída da F1. Ayrton ficou na McLaren por mais uma temporada e mudou para a Williams em 1994, onde correu por apenas três corridas, até o acidente fatal em San Marino.