Alonso viajará para a Malásia e espera participar do 2º GP do ano

  • Por Agência EFE
  • 22/03/2015 21h30
Fernando Alonso após deixar o hospital

O piloto espanhol Fernando Alonso (McLaren), que há exatamente um mês sofreu um acidente durante testes de pré-temporada da Fórmula 1 em Montmeló, o que o tirou da prova de abertura do Mundial, na Austrália, viajará para a Malásia nesta semana com o objetivo de estar no grid da corrida do próximo domingo.

Fontes próximas ao bicampeão mundial espanhol informaram à Agência Efe que Alonso estará no Circuito Internacional de Sepang e espera estar ao volante do MP4-30 a partir da próxima sexta-feira, quando acontecerão os primeiros treinos livres.

O bicampeão foi submetido a exames neste domingo na Universidade de Cambridge, no Reino Unido. O último requisito para que ele possa competir é ser aprovado em testes pelos quais passará na próxima quinta, já em território malaio, um com o delegado médico da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o francês Jean-Charles Piette, e outro de saída do cockpit.

Neste último, o piloto, equipado com a vestimenta completa de competição, deve ser capaz de desabotoar o cinto de segurança e retirar o volante em cinco segundos, e posteriormente deixar o carro e recolocar volante em outros cinco segundos.

Alonso sofreu um acidente na saída da curva 3 do Circuito da Catalunha ao bater contra o muro a cerca de 150 km/h, perdendo a consciência por um tempo. Depois de passar pela clínica do local, o espanhol foi levado de helicóptero para o Hospital Geral da Catalunha, onde permaneceu internado por três noites.

Por precaução, segundo a McLaren, o piloto não participou do GP da Austrália, na semana passada, tendo sido substituído pelo dinamarquês Kevin Magnussen.