Anderson Silva nega volta em 2014 e aposta em vitória de Lyoto contra Weidman

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2014 11h54
Anderson Silva treina boxe e segue em recuperação

Afastado dos octógonos desde 29 de dezembro de 2013, no UFC 168, quando quebrou a perna esquerda em luta contra o americano Chris Weidman, Anderson Silva foi liberado por sua equipe médica para retornar aos treinos. Entretanto, mesmo recuperado do problema físico, o atleta brasileiro descartou enfrentar algum adversário ainda neste ano.

“Não voltarei nesta temporada. Tenho outros planos, como cuidar de minha família e trabalhar forte em minha academia no Brasil. Não sei a data exata que retornarei em 2015, mas o certo é que estarei no octógono”, afirmou o lutador em entrevista ao site MMA Heat.

Especialista em Muay Thai, Silva fraturou a fíbula e a tíbia da perna esquerda ao acertar chute na canela de Weidman na disputa pelo cinturão entre os pesos médios do UFC. A lesão, apesar de ter sido a pior da carreira do atleta, não mudará o estilo do brasileiro.

“Vou para fisioterapia todos os dias, mas agora minha perna está perfeita. Tive muitas dores e medo até um mês depois da lesão, pois não sabia se voltaria a lutar. Agora que estou recuperado, estou muito feliz. Meu médico perguntou se sou louco, e respondi que sou um pouco. Não haverá problemas em chutar”, completou.

Com a lesão de Anderson Silva, quem desafiaria Weidman na disputa pelo cinturão seria Vitor Belfort. No entanto, o brasileiro ficou impedido de lutar devido ao tratamento de reposição hormonal que realiza.  Em seu lugar, o paraense Lyoto Machida enfrentará o norte-americano no UFC 175, no dia 5 de julho, em Las Vegas.

“Acompanhei o treino do Lyoto e ele está muito bem fisicamente. Estou muito feliz e empolgado com essa luta. Lyoto é um bom lutador, rápido e forte. Acredito que será o novo campeão”, encerrou.