Anderson Silva revela mágoa com Lyoto Machida e Ronaldo Jacaré; entenda

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2015 09h03
Marcello Sá Barreto/AgNews Anderson Silva retornará ao octógono mais famoso do mundo em janeiro de 2015

Anderson Silva faz seu retorno ao UFC no próximo dia 31, contra Nick Diaz e pode ter que enfrentar o seu compatriota Vitor Belfort, caso o veterano vença Chris Weidman na disputa pelo cinturão dos médios no mês de fevereiro. Conhecido por não gostar de enfrentar brasileiros no octógono, o “Spider” voltou a falar sobre o assunto em entrevista ao canal norte-americano Fox Sports. Silva se disse desapontado com Lyoto Machida e Ronaldo Jacaré, que segundo ele, não hesitariam em enfrentá-lo.

“Se Dana me der a chance de lutar pelo cinturão, eu vou lutar pelo cinturão. Mas eu não gostaria de lutar com os caras brasileiros. Quando eu vou falar com as pessoas da mídia, eu digo que eu não vou lutar com o Lyoto por que ele é meu amigo. Eu não vou lutar com o Jacaré por que ele é meu amigo. Mas quando esses caras foram falar com a mídia, o Lyoto disse ‘Eu lutaria com o Anderson porque eu luto’ e o Jacaré falou ‘Eu vou lutar porque sou um lutador’. Na minha opinião, eu não gosto dessa postura do Lyoto e do Jacaré. Eu não vou lutar com esses caras por quê eu treinei com o Lyoto por um longo tempo e às vezes eu treino com o Jacaré”, desabafou.

Muito criticado por sua postura, Anderson reafirmou a sua posição e afirmou não gostar de lutar contra amigos ou compatriotas. Vale lembrar que o lendário campeão do ultimate já bateu Thales Leites e Vitor Belfort em defesa de cinturão na categoria.

“Quando alguém me pergunta sobre essas coisas, eu digo o mesmo. Lyoto é meu amigo, Jacaré também e treinamos juntos, e eu não gosto de lutar com brasileiros. Eu não gosto disso. Essa é a minha opinião. Eu entendo que isso é um esporte e os caras estão no UFC para lutar, mas eu não gosto de lutar com brasileiros”, finalizou.

Com 39 anos de idade, Anderson Silva terá a oportunidade de lutar pelo título peso-médio do UFC caso derrote Nick Diaz. O brasileiro pode ter uma terceira luta contra seu nêmeses Chris Weidman ou fazer uma revanche contra Vitor Belfort, a quem aplicou um dos nocautes mais icônicos da história do evento.