André Brasil e Phelipe Rodrigues vão ao pódio nos 100 metros livre S10 no Rio

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/09/2016 18h52
RJ - PARALIMPÍADA/RIO-2016/NATAÇÃO/BRASIL - ESPORTES - Os brasileiros André Brasil (e) e Phelipe Rodrigues conquistam, respectivamente, as medalhas de prata e bronze na prova dos 100m livre masculino (S10) dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, nesta terça-feira, 13. 13/09/2016 - Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO André Brasil e Phelipe Rodrigues fazem dobradinha nos 100 metros livre S10

O Brasil conquistou duas medalhas na prova dos 100 metros livre S10, nesta terça-feira, nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. O nadador André Brasil ficou com a prata, enquanto Phelipe Rodrigues levou o bronze. A vitória foi do ucraniano Maksym Krypak.

Nadando lado a lado, nas raias 2 e 3, André e Phelipe fizeram uma prova emocionante do início ao fim. Phelipe chegou a virar os 50 metros em primeiro e André passou a disputar braçada a braçada com eles nos metros finais, levando o público no Estádio Aquático ao delírio. No fim, porém, a dupla foi ultrapassada por Krypak, que passa por grande fase e marcou o tempo de 51s08. André marcou 51s37, enquanto Phelipe fez 51s48.

Na última segunda-feira, André havia sido bronze nos 100 metros borboleta S10, enquanto Phelipe Rodrigues já havia conquistado a prata nos 50 metros livre S10 na semana passada. A classe S10 é disputada por nadadores com afetação leve de uma ou duas extremidades ou comprometimento leve de uma ou diversas articulações.

Terceiro maior medalhista paralímpico do País, atrás apenas de Daniel Dias e de Clodoaldo Silva, André Brasil conquistou sua segunda medalha nos Jogos do Rio e a 12ª na história da Paralimpíada. Ele compete desde os Jogos de Pequim, em 2008. Já Phelipe Rodrigues faturou sua quinta medalha paralímpica. Ele já tinha quatro pratas, conquistadas em Pequim-2008 e Londres-2012.