Antes de jogo entre Cuba e Cosmos, Pelé destaca papel conciliador do futebol

  • Por Agência EFE
  • 01/06/2015 22h25
Pelé desembarcou em Cuba com o NY Cosmos para amistoso do time americano

Pelé destacou nesta segunda-feira em Havana o papel que o futebol pode desempenhar em favor “da paz e de união entre as pessoas”, especialmente no momento em que Cuba e Estados Unidos “estão fazendo as pazes”.

“O futebol é a maior família do mundo e sempre traz paz. O mundo está cheio de problemas políticos, mas o futebol sempre ajuda a reunir às pessoas”, declarou Pelé na véspera do amistoso entre seu antigo clube, o Cosmos de Nova York, e a seleção de Cuba.

O melhor jogador de futebol de todos os tempos também falou sobre o aumento do número de torcedores de futebol, tanto em Cuba como nos Estados Unidos, já que em nenhum dos dois países é o esporte mais popular.

“Penso que talvez em um futuro próximo Cuba possa estar em uma Copa do Mundo”, comentou Pelé.

Já o atual atacante do Cosmos, o espanhol Raúl González, afirmou que o amistoso será “histórico” e desejou que marque o início de uma relação mais estreita entre o futebol dos Estados Unidos e da ilha.

“Esperamos que este jogo seja mais um passo para que as relações sejam melhores” entre Cuba e EUA, afirmou o ex-jogador do Real Madrid que acompanhou Pelé na entrevista.

O Cosmos de Nova York enfrentará a seleção cubana amanhã no estádio Pedro Marrero de Havana e se transformará no primeiro clube de futebol americano a viajar para Cuba desde 1978.