Antiga vítima de mordida, Holyfield dispara: “Suárez é um atleta frustrado”

  • Por EFE
  • 25/06/2014 12h36
This combo of 2 photos shows Italy's defender Giorgio Chiellini (L) showing an apparent bitemark and Uruguay forward Luis Suarez (R) holding his teeth after the incident during the Group D football match between Italy and Uruguay at the Dunas Arena in Natal during the 2014 FIFA World Cup on June 24, 2014. Uruguay won the match 1-0. Uruguay star Luis Suarez faces expulsion from the World Cup for biting another player as FIFA confirmed it had opened disciplinary proceedings against him on on June 25, 2014. Suarez, banned twice before for biting opponents, appeared to sink his teeth into defender Giorgio Chiellini during Uruguay's 1-0 win over Italy. AFP PHOTO/ YASUYOSHI CHIBA / DANIEL GARCIAGiorgio Chiellini e Luis Suárez - Itália x Uruguai - Mordida

Ex-campeão mundial dos pesos pesados, Evander Holyfield, que teve uma parte da orelha arrancada pelos dentes por Mike Tyson, se referiu ao atacante uruguaio Luis Suárez como uma atleta “frustrado” por morder o ombro do italiano Giorgio Chiellini na Copa do Mundo.

“Não o conheço, mas ele não é necessariamente louco por ter mordido. Simplesmente é um atleta muito frustrado e que não sabe o que fazer”, declarou o ex-pugilista ao jornal dinamarquês “Ekstra Bladet”.

Holyfield protagonizou um dos momentos mais marcantes da história do esporte quando, em um combate pelo título mundial em 1997, sofreu uma mordida de seu adversário, Mike Tyson, que arrancou uma parte de sua orelha.

Os dois pugilistas americanos fizeram as pazes há tempos, e inclusive trocaram elogios em público na estreia de um documentário sobre suas carreiras em abril.

Já aposentado dos ringues, ele considerou humilhante ser vítima de uma “atitude infantil”. Sobre o episódio de Suárez, o americano um comentário irônico em seu perfil no Twitter: “Suponho que qualquer parte do corpo seja comestível”.

“Normalmente as crianças mordem quando são pequenas, mas quando um adulto morde, já é exagero”, disse ele ao jornal dinamarquês.

Para Chiellini, o ex-pugilista aconselha o perdão ao atacante uruguaio. Segundo ele, só com a reconciliação será possível esquecer os pensamentos negativos sobre o incidente.

“Só quando ele tiver perdoado (Suárez) poderá abandonar os pensamentos sobre vingança, só então poderá seguir adiante com pensamentos positivos. A negatividade só prejudica a ele mesmo”, afirmou Holyfield.