Aos 39, Totti renova com a Roma. Os velhinhos viraram “tendência”?

  • Por Jovem Pan
  • 08/06/2016 11h32
Boatos dão conta de que Luciano Spalletti e Totti teriam discutido; treinador tem deixado o craque no banco

Uma notícia um tanto quanto surpreendente movimentou a imprensa esportiva mundial na última terça-feira, na Itália: a Roma anunciou que renovou o contrato de Francesco Totti por mais um ano, o último da gloriosa carreira do atacante, que se encerrará quando ele já tiver 40 anos. Totti completará a quarta década de vida em 27 de setembro. A próxima temporada, então, será a 25ª dele pela Roma.  

O jogador está no clube desde 1989, quando tinha apenas 12 anos. Após avançar rapidamente nas categorias das divisões de base da Roma, ele fez a sua estreia pela equipe em março de 1993, com apenas 16 anos. O seu primeiro gol não demorou a sair, sendo marcado em setembro de 1994. 

Logo, então, Totti virou titular absoluto, tornando-se, em 1998, o mais jovem capitão da história da Roma, sucedendo o zagueiro brasileiro Aldair na função. Com tanto tempo de clube, transformou-se no jogador com mais partidas disputadas pelo clube – 758 – e, também, com mais gols marcados – 304.  

O mais curioso de tudo, no entanto, é que não tem sido raro encontrar casos de jogadores com mais de 35 anos que continuam brilhando no esporte mais popular do planeta. No Brasil, Grafite é o exemplo mais claro: aos 37 anos, é o artilheiro do campeonato nacional – no ano passado, o posto foi ocupado por Ricardo Oliveira, que já passou dos 36. 

Os velhinhos viraram “tendência” no futebol mundial?

Ouça o programa na íntegra!