Apesar de falta de títulos, Ganso elogia base construída na temporada

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2014 09h57
Ganso espera São Paulo competitivo diante do Atlético-PR

O São Paulo entra na reta final da temporada com o saldo positivo, pelo menos na visão de Paulo Henrique Ganso. Em entrevista coletiva, o camisa 10 destacou a importância de o clube ter formado uma ótima base para 2015 e que apesar da falta de títulos, o futuro do Tricolor é muito promissor.

“Foi um ano muito bom. Apesar de não termos conquistado títulos, formamos uma base para o ano que vem. É isso que fica de legado para 2015”, disse. “O ponto positivo de 2014 foi a formação de um grupo em três ou quatro meses. Isso ficará para o ano que vem. Mantivemos um ambiente bom, melhoramos a qualidade. Com reforços, aprimoraremos ainda mais o que já construímos”, completou.

Depois do difícil ano de 2013, quando a equipe brigou contra o rebaixamento e foi atropelada pela Ponte Preta na semifinal da Sul-Americana, o Tricolor demorou para encaixar um bom futebol. As chegadas de Alexandre Pato, Alan Kardec, Michel Bastos e Kaká foram essenciais para o crescimento de produtividade, principalmente no quesito ofensivo.

O maestro falou sobre a saída de Kaká, que se apresentará no Orlando City em janeiro para atuar na liga norte-americana de futebol. Para ele, será difícil encontrar alguém do mesmo nível do camisa 8 e deseja que a diretoria consiga manter a base.

“A equipe encontrou uma forma de jogar taticamente que encaixou e brigou por títulos. Ano passado estava brigando para não cair. Sou fã incondicional do Kaká. Desde sempre. Foi uma honra jogar com ele. É um cara que nos ajudou bastante, com entrosamento dentro e fora de campo. É um cara fantástico, que vai deixar muitas coisas boas e experiências. Não sei se temos como contratar outro jogador do nível do Kaká, mas que seja pelo menos um que possa manter a base”, finalizou o meia.