Apesar de goleada, Van Persie mantém cautela com Holanda

  • Por EFE
  • 16/06/2014 10h51
Robben e Van Persie comemoram mais um gol da Holanda na goleada sobre a EspanhaRobben e Van Persie comemoram mais um gol da Holanda na goleada sobre a Espanha

O capitão holandês Robin van Persie considera que “foi fantástico” ter quebrado a sequência da Espanha depois que o “time ganhou tudo nos últimos seis anos”, mas fez uma chamada para que sua equipe e seu país sejam “realistas”, porque a “euforia desaparece tão rápido como aparece”.

“A Espanha ganhou tudo o que se pode ganhar nos últimos seis anos. Eles mostraram ao mundo o que podem oferecer várias vezes, por isso ter quebrado sua sequência é fantástico para nós. Conseguimos um resultado impressionante, mas o torneio é muito longo e temos pela frente um caminho imenso para ganhá-lo”, afirmou.

O atacante do Manchester United, que hoje participará do treino de sua seleção a portas fechadas, admitiu que “todo o mundo está feliz e eufórico na Holanda” após a vitória sobre a Espanha (1-5), mas pediu prudência em declarações ao site Fifa.com.

“Aqui estamos lidando com as expectativas do povo, que eram muito baixas em comparação a outros anos. Acho que isto nos dá vantagem, porque ninguém esperava muito de nós. Este é meu quinto torneio grande e sei como funcionam estas coisas: a euforia desaparece tão rápido quanto aparece. Temos que ser realistas”, disse.

Van Persie, autor de dois dos cinco gols de sua equipe na partida de estreia frente à Espanha no Mundial, insistiu em seu pedido de prudência, porque a vitória sobre os espanhóis “só são os primeiros três pontos” da Holanda no Brasil.

“Foi um começo assombroso e acho que fizemos muita gente feliz. Vi as imagens espetaculares das celebrações na rua e me sinto orgulhoso. Mas agora o foco está na Austrália e acho que será uma partida completamente diferente da qual jogamos com a Espanha”, opinou.

Segundo suas palavras, a “Austrália tem um estilo muito diferente”, por isso que a Holanda terá que “ajustar seu jogo para ganhar” da seleção australiana, que estreou no Mundial com uma derrota frente ao Chile (3-1).

“Temos uma equipe técnica magnífica que sabe exatamente como devemos preparar cada partida. Não estou preocupado com isso. Nosso técnico ganhou tudo, tem todo nosso respeito e nossa confiança. Nos ensinou a respeitar nossos rivais, sem que nos intimidem porque nós somos bons. É algo que mostramos a todo o mundo diante da Espanha”, encerrou o capitão holandês.

Quem será o craque da Copa?
Tuíte o nome do seu jogador preferido acompanhado de #CraqueJP