Apesar de punição da Fifa, Barcelona quer inscrever Turan no lugar de Rafinha

  • Por Agência EFE
  • 21/09/2015 22h40
Contratado na última janela de transferência

O Barcelona deu um passo decisivo para que o turco Arda Turan possa estrear em breve e, deixando de lado a posição adotada até o momento, pediu à Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) autorização para inscrever o jogador na Copa do Rei e no Campeonato Espanhol, confirmou à Agência Efe uma fonte do clube.

Além disso, o Barcelona encaminhou à Fifa um pedido para que a entidade máxima do futebol autorize que RFEF confirme a inscrição do meia, contratado na última janela de transferências junto ao Atlético de Madrid.

A mudança de postura ocorreu depois da grave lesão do brasileiro Rafinha Alcântara, que será operado amanhã após romper o ligamento cruzado do joelho direito. O Barcelona pensou que poderia substituí-lo por Turan, mas, após consultas, a Fifa não permitiu a alteração por entender que o clube ainda está cumprindo a punição de ficar um ano sem realizar contratações.

O Barcelona foi punido pela Fifa por desrespeitar a legislação sobre a transferência de menores de idade, sanção confirmada posteriormente pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). Dessa forma, Turan só poderia ser inscrito em janeiro.

A posição da Fifa foi recentemente criticada pelo ex-diretor do clube Toni Freixa, candidato à presidência do Barcelona. Ele foi contundente ao afirmar nos últimos dias que não há motivo para não solicitar à RFEF a inscrição de um jogador para substituir Rafinha.

Dessa forma, o Barcelona espera que a Federação aceite o pedido, que deverá ser ratificado pela Fifa. Turan, no entanto, seguiria sem poder atuar em competições europeias.