Apesar de vantagem, Brasil vê Colômbia equilibrar duelo nos últimos anos

  • Por Adriano Alves / Jovem Pan
  • 03/07/2014 17h55
(FILES) This combination of photographs created on June 30, 2014, shows Brazil's forward Neymar (L) as he gestures during the Round of 16 football match between Brazil and Chile at The Mineirao Stadium in Belo Horizonte on June 28, 2014 and Colombia's midfielder James Rodriguez (R) gestures as he celebrates after scoring his team's third goal during a group C football match between Colombia and Greece at the Mineirao Arena in Belo Horizonte on June 14, 2014. Brazil will face Colombia on July 4, 2014, in a quarter-final match of the 2014 FIFA World Cup at The Castelao Stadium in Fortaleza. AFP PHOTO / JUAN MABROMATA/PEDRO UGARTE/FILES AFP Montagem de James Rodriguez e Neymar

A Seleção Brasileira encara a Colômbia, no Estádio Castelão, na sexta-feira e conta com um retrospecto histórico totalmente ao seu favor, saindo derrotada em apenas duas oportunidades, sendo que nunca perdeu no país em nove confrontos. Apesar disso, os últimos duelos mostram que a facilidade anteriormente encontrada vem desaparecendo.

O primeiro jogo entre os países aconteceu em 1945, na Copa América daquele ano disputada no Chile e o Brasil saiu de campo vencedor, com o placar de 3 a 0. A partir daí foram mais 24 partidas, com 15 vitórias dos pentacampeões mundiais, duas derrotas e oito empates. No país, são nove partidas, com seis vitórias e três empates.

Apesar da grande superioridade demonstrada na história, os brasileiros vêm encontrando muitas dificuldades em conseguir um resultado positivo frente ao esquadrão campeão da América em 2001, que os venceu pela última vez no longínquo ano de 1991.

A última vitória aconteceu em 7 de setembro de 2003, quando fora de casa, a seleção canarinho bateu os “cafeteros” por 2 a 1, em Barranquilla, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006. Desde então, foram quatro empates, três deles sem nenhuma das equipes conseguir balançar as redes, demonstrando muito equilíbrio e receio em dar espaços.

Em novembro de 2012, as duas seleções se encontraram pela última vez e empataram por 1 a 1, em partida disputada na cidade de Nova Jersey, nos Estados Unidos. Os gols foram marcados por Cuadrado e Neymar. Ambos são jogadores importantes de seus países nesta atual edição do Mundial.

O técnico José Pekerman conta com oito atletas dos 13 que estiveram presentes no empate nos Estados Unidos, enquanto Felipão convocou sete dos 14 que atuaram naquele dia, ainda sob o comando de Mano Menezes.

Com elencos praticamente iguais e a promessa de um jogo muito aberto, Brasil e Colômbia devem manter o equilíbrio que se tornou recorrente nos últimos 11 anos.