Apesar dos problemas físicos, Nadal diz que aceitaria 3 temporadas como 2014

  • Por Agência EFE
  • 18/11/2014 14h39

Rafael Nadal perdeu para Martin Klizan e foi eliminado do ATP de Pequim

Rafael Nadal após ser eliminado nas quartas de final em Pequim

Apesar dos problemas físicos sofridos na segunda metade de 2014, o espanhol Rafael Nadal garantiu que aceitaria ter nas próximas três temporadas um rendimento igual ao desta, em que conquistou quatro títulos, sendo um Grand Slam, Roland Garros, e um Masters 1.000, de Madri.

“O balanço só não é positivo porque tive muitas lesões”, disse o tenista, em evento realizado na capital espanhola, em referência a problemas nas costas e no punho – além disso, o espanhol teve apendicite a que foi operado.

“Um ano em que você ganha um Grand Slam nunca será um ano ruim. Entraria em acordo para os três anos seguintes serem iguais a este”, garantiu Nadal.

O ex-número 1 do mundo vinha em ascensão no início da temporada, por causa da lesão nas costas, que acabou prejudicando seu desempenho no Aberto da Austrália, em que foi derrotado pelo suíço Stanislas Wawrinka.

“Depois, quando tinha me recuperado e atingido um bom nível, sofri o problema no punho e depois os problemas no apêndice. A temporada terminou um pouco antes, para que eu tenha um tempo de recuperação maior, e possa chegar saudável e competitivo no início de 2015”, afirmou.

Nadal, no entanto, admitiu o incômodo com a série de problemas, mas afirmou entender como normais na carreira de um atleta de alto nível.

Para o ano que vem, o espanhol já programou seu calendário, que começará com torneio de exibição em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Em seguida, Nadal encarará o ATP 250 de Doha, no Catar. Em 19 de janeiro, será a vez de começar a disputa do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano.