Após 1º lugar geral, Oswaldo de Oliveira não vê Santos como grande favorito

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2014 07h38
Oswaldo de Oliveira admite que time não está pronto para o Brasileirão

Após bater o Palmeiras e encerrar a primeira fase do Campeonato Paulista com a melhor campanha, o Santos se prepara para enfrentar a Ponte Preta nas quartas-de-final do estadual. Minutos depois do clássico, o técnico Oswaldo de Oliveira elogiou a atuação de seu time diante do rival alviverde, mas negou que sua equipe seja a grande favorita do campeonato. Cauteloso, ele também garantiu que ao final da campanha santista no torneio, a comissão técnica avaliará a necessidade de reforços para a disputada do Campeonato Brasileiro.

► Confira a tabela do Campeonato Paulista

Apontado com o melhor time do torneio, o Santos não está muito acima que seus concorrendo, na visão de seu próprio técnico. “Não somos o grande favorito. Temos boas chances. Mas, a diferença é que o campeonato a partir de hoje assume outra característica. Eliminatória e definitiva. Qualquer equipe pode se superar agora e crescer na reta final. Não vejo o Santos como grande favorito, mas está bem no nível dos outros”, afirmou.

Sobre o clássico na Vila Belmiro vencido por 2 a 1, o treinador exaltou a atuação dos jovens valores da equipe. “O jogo de hoje [domingo], para nós, foi um resultado excelente. A equipe correspondeu, os meninos se aplicaram muito e agora vamos nos concentrar na Ponte Preta, na quarta-feira, para prosseguir na luta pelo título”, avaliou.

Questionado sobre a força de seu elenco em escala nacional, o treinador reconheceu que ainda não tem uma equipe pronta. “Nosso time não está pronto porque temos muito meninos e eles estão em fase de afirmação. É diferente do que ter um elenco pronto, cheio de jogadores experientes e que você sabe o que acontecerá definitivamente. A maioria dos nossos jogadores subiram recentemente. No banco hoje, praticamente eram todos meninos”, analisou.

Oswaldo garantiu que a comissão técnica ainda avaliará as necessidades do atual elenco do Peixe. “Conseguimos uma grande vitória, mas eles precisam se desenvolver e ficar muito melhor primeiro para o Campeonato Paulista. Quando terminarmos o campeonato, avaliaremos se precisamos de reforços para o Campeonato Brasileiro, que é uma história completamente diferente do que o estadual”.

A Ponte Preta, adversária nas quartas-de-final, foi elogiada pelo comandante santista. “Temos que trabalhar respeitando a Ponte Preta. Temos vistos os jogos e eles têm jogadores de muito bom nível. O técnico Vadão faz sempre um bom trabalho e tem uma equipe muito competitiva. Eles têm uma forma muito homogênea de jogar, com jogadores técnicos e inteligentes. Um time muito aplicado na marcação. Acho que é um ingrediente suficiente para saber o tamanho do adversário que vamos jogar”, finalizou.

Santos e Ponte Preta se enfrentam na próxima quarta-feira (26) na Vila Belmiro.