Após atos racistas na Arena do Grêmio, Aranha faz B.O em Porto Alegre

  • 29/08/2014 15h04
PORTO ALEGRE,RS,28.08.2014:GRÊMIO-SANTOS - O goleiro Aranha do Santos durante a partida entre Grêmio RS e Santos SP válida pela Copa do Brasil 2014 no Estádio Arena do Grêmio em Porto Alegre (RS), nesta quinta-feira (28). (Foto: Jeferson Guareze/Futura Press/Folhapress) Folhapress Confira as reações de Aranha em jogo no qual foi vítima de racismo

Após sofrer atos racistas por um grupo de torcedores do Grêmio, o goleiro Aranha foi até uma delegacia na cidade de Porto Alegre fazer um Boletim de Ocorrência no início da tarde desta sexta-feira. O jogador do Santos tanto os dirigentes do clube praiano exige que as autoridades investiguem o caso e que os autores sejam punidos de acordo com a constituição brasileira.

Para o presidente do Santos, Odílio Rodrigues, o nem a torcida e muito menos a instituição Grêmio são os culpados pelo acontecimento. “A punição da instituição não atinge quem deve ser atingido. O Grêmio é um clube grandioso; com certeza a diretoria do Grêmio não compactua com isso nem a grande maioria da torcida do Grêmio. Acho que a gente tem que começar a punir os que praticam a violência. A punição é pessoal e intransferível. A pessoa tem que sofrer o rigor da lei. Não vamos resolver enquanto a gente não atingir o agressor, enquanto ele não for proibido de entrar no estádio, não tiver que ir à delegacia prestar depoimento”, disse o presidente do clube.

O advogado do clube, Cristiano Caús, explica que o inquérito foi aberto de ofício (sem intervenção da vítima) em Porto Alegre. “Na Justiça Desportiva, o promotor faz a denúncia pelo que recebeu na súmula e viu no vídeo”.

O Santos venceu o Grêmio por 2 a 0, com gols de David Bras e Robinho, em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil,. o jogo de volta irá acontecer na próxima quinta-feira (04/09), às 20h, na Vila Belmiro, em Santos.