Após corte de luz na Arena da Baixada, Petraglia se irrita e cobrará poder público

  • Por Lancepress
  • 02/09/2015 15h25
Atlético-PR divulga fotos noturnas da Arena da Baixada

O presidente do Atlético-PR, Mário Celso Petraglia, revelou que irá tomar providências pelo corte de energia da Arena da Baixada, feita pela Companhia Paranaense de Energia (Copel). O estádio do Furacão ficou sem luz a partir da tarde da última segunda-feira, contabilizando 26h.

Em sua página oficial no Twitter, o dirigente rubro-negro demonstrou toda sua insatisfação com a empresa responsável pelo corte, relatando que a Copel agiu de forma equivocada e que seria cobrada por isso.

“O corte da energia foi indevido, o CAP (Atlético-PR) como acordado pagou, mesmo assim cortaram, vamos tomar as medidas cabíveis e cobrar os responsáveis!”, escreveu Petraglia, complementando:

“Gastamos R$ 6,8 milhões para reforçar a cobertura a pedido da Copel para instalarmos uma usina solar, a fundo perdido, da Aneel, perdemos o projeto! O Atletiba na diretoria da Copel foi mais forte e os R$ 32 milhões conseguidos foram abandonados! Agora não querem reconhecer nossos gastos!”.

De acordo com o jornal Gazeta do Povo, que entrou em contato com a assessoria da Copel, o corte de energia aconteceu devido falta de pagamento, por volta das 15h da última segunda-feira. A situação só foi normalizada às 17h30 da terça. O valor da dívida não foi divulgado pela empresa, assim como Petraglia que não citou números.