Após críticas de Blatter, Dilma reafirma: “faremos a Copa das Copas”

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2014 10h18
De forma indireta

Um dia após as críticas de Jospeh Blatter em relação aos atrasos das obras para Copa 2014, a presidente Dilma Rousseff, via twitter, rebateu indiretamente as falas do mandatário da Fifa. Para ela, o Brasil fará “a Copa das Copas” porque é um país alegre e acolhedor e citou o fato do torneio ter recebido o maior número de pedidos por ingressos da história das Copas para justificar a qualidade da competição.

A presidente exaltou as qualidades do país e elogiou a diversidade das sedes do torneio. “Os brasileiros começam 2014 confiantes que irão sediar a . No Brasil, a Copa estará em casa, pois este é o país do futebol. Todos os que vierem ao Brasil serão bem recebidos, porque somos alegres e acolhedores. Esta será a Copa de 12 cidades-sedes da floresta Amazônica aos pampas gaúchos, das montanhas de Minas às praias cariocas, das dunas do Nordeste à metrópole de São Paulo”, escreveu. 

Ela garantiu que os turistas que vieram ao país vão encontrar um país em crescimento. “Os turistas terão oportunidade de conhecer este país multicultural e batalhador. Um Brasil que está enfrentando o desafio de acabar com a miséria e de gerar oportunidades para todos. “, acrescentou.

A Copa do Mundo de 2014 bateu todos os recordes de procura de ingressos. Para Rouseff, essa é a prova de que o planeta vê o Brasil como uma boa sede para o torneio. “A procura por ingressos para os jogos – a maior em todas as Copas – mostra que torcedores do mundo inteiro confiam no Brasil. Amamos o futebol e por isso recebemos esta Copa com orgulho e faremos dela a “, finalizou.