Após derrota no 4×100 na Jamaica, Bolt admite que precisa treinar mais

  • Por Agencia EFE
  • 03/03/2015 13h30
Usain Bolt participa vence desafio no RJ

Derrotado no último sábado em uma prova de revezamento 4×100 metros em Kingston, o jamaicano Usain Bolt, recordista mundial nessa prova e também nos 100 metros e nos 200 metros, admitiu que ainda não está no auge da forma, mas confia que evoluirá com treinos e competições.

“Estou em melhor forma que na temporada passada, mas preciso de muito mais trabalho”, reconheceu Bolt, cuja equipe terminou a prova em 38s29, a 0s06 dos vencedores.

Depois de ter ouvido críticas pelo desempenho na volta às competições, o atleta jamaicano rechaçou qualquer possibilidade haver problemas em seu sistema de treinamentos.

“Estou feliz com o resultado. Sempre é bom estar outra vez na pista para ver se o trabalho é o necessário para voltar à competição”, disse ele ao jornal jamaicano “The Gleaner”, em entrevista na qual demonstrou confiança em relação ao futuro.

“Vou continuar trabalhando duro, como sempre faço e demonstrando ao mundo que para mim, isso não acabou. As pessoas estavam falando sobre mim como se nunca eu fosse correr outra vez”, comentou.

Bolt terá neste ano o desafio de defender os títulos mundiais dos 100 e dos 200 metros no estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, onde durante os Jogos Olímpicos de 2008 começou a colocar seu nome na história do atletismo conquistando pela primeira vez o ouro nos 100 metros, nos 200 metros e no revezamento 4×100.