Após derrota para o Vasco, Cristovão deixa o comando do Flamengo

  • Por Lancepress
  • 20/08/2015 13h38
Cristovão deixa o comando do Flamengo após derrota na Copa do Brasil

Cristovão Borges não é mais técnico do Flamengo. O treinador teve sua saída selada nesta quinta-feira, após derrota para o Vasco por 1 a 0, um dia antes, no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No fim desta manhã, o técnico pediu demissão do cargo. Sob o comando do treinador, a equipe rubro-negra participou de 18 jogos, com nove derrotas, oito vitórias e um empate. O LANCE! apurou que Oswaldo de Oliveira é o nome preferido da diretoria para assumir o time.

No comando do time desde o fim de maio, Cristovão Borges vinha sendo muito pressionado pelos resultados ruins, mas a situação ficou insustentável depois da má apresentação diante do principal rival. Cristovão chegou ao Flamengo para substituir Vanderlei Luxemburgo, demitido depois de um início complicado no Campeonato Brasileiro.

A pressão pela saída de Cristovão era tamanha que, após o jogo contra o Vasco, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, chegou a discutir com torcedores irritados com o mau resultado e que pediam a saída do técnico.

Oswaldo de Oliveira é o nome mais cotado para assumir a vaga deixada por Cristovão. O treinador, de 64 anos, que está sem clube desde que deixou o Palmeiras, tem apoio de Fernando Gonçalves, consultor do Flamengo, e Fred Luz, diretor geral do clube.

O problema para trazer um treinador renomado recai sobre a eleição do clube, prevista para dezembro. Isso porque, como existe a incerteza sobre quem comandará o clube no próximo mandato, a atual gestão, a princípio, deseja oferecer um vínculo curto, apenas até o fim deste ano.