Após ficar preso em SC, Palmeiras aguardará decisão da CBF em Campinas

  • Por Jovem Pan
  • 27/05/2014 11h49
Palmeiras praticamente não teve chances contra a ChapecoensePalmeiras é derrotado fora de casa pela Chapecoense

A delegação do Palmeiras ainda está presa em Chapecó, onde perdeu por 2 a 0 no último domingo (25), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe tinha voô marcado para 10h45 com destino a Campinas, mas este acabou atrasando também pelas condições metereológicas. Por todos esses imprevistos, o alviverde quer o adiamento da partida diante do Botafogo, que estava marcada para a quarta-feira (28), às 19h30, em Presidente Prudente. A CBF, contudo, ainda não respondeu à solicitação do clube paulista.

Em meio a toda essa indefinição, o Palmeiras espera chegar a Campinas e aguardará uma posição oficial da CBF. Caso o jogo não seja adiado, a delegação irá à Presidente Prudente. Se o duelo diante dos cariocas for remarcado para a quinta-feira (29), o clube deve retornar a capital paulista.

Nesta segunda, Omar Feitosa, gerente de futebol do clube, se pronunciou sobre o caso. “Esperaremos o posicionamento da CBF, esse será o nosso procedimento. Comunicamos a CBF e estamos esperando o retorno dela. Comunicamos o nosso problema, que estamos aqui ainda (em Chapecó) e com o voo marcado para amanhã [terça-feira] de manhã. Aguardaremos a CBF se pronunciar e falar a próxima data do jogo, caso haja algum tipo de adiamento”, disse.

* O Palmeiras chegou à Campinas por volta das 13h e agora seguirá de ônibus para Presidente Prudente, já que não obteve posição oficial da CBF sobre o adiamento da partida diante do Botafogo, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.