Após marcar, Miguel comemora bom desempenho de base palmeirense

  • Por Jovem Pan
  • 10/03/2014 12h14
O jogador Miguel da S.E. Palmeiras comemora seu gol contra a equipe do Paulista F.C. durante partida válida pela décima terceira rodada do Campeonato Paulista no estádio Benedito Teixeira (Teixeirão). São José do Rio Preto/SP, Brasil - 09/03/2014. Foto: Cesar Greco / FotoarenaMiguel comemora primeiro gol com camisa palmeirense

Miguel Bianconi sempre foi destaque da base palmeirense e neste último domingo (09) ganhou chance do técnico Gilson Kleina para entrar no decorrer da partida diante do Paulista e aproveitou bem: anotou o segundo gol da vitória alviverde. O jovem de 21 anos se mostrou muito emocionado pelo passado como torcedor na infância.

► Confira a tabela do Campeonato Paulista

Com o primeiro gol como profissional, o palmeirense revelou estar realizando um sonho.”É uma felicidade muito grande, passa um filme na cabeça. Sempre fui palmeirense, ia com meu pai ao Parque Antarctica. Quando fiz o gol chorei mesmo porque minha família, pai, mãe, irmão e namorada, sempre me apoiaram. Agradeço muito a Deus por tudo isso. O que estou vivendo hoje milhões de pessoas queriam viver. É gratificante e fico muito feliz. Estou realizando o meu sonho e o de muitas pessoas que gostam de mim”, afirmou.

Apesar do gol e da boa campanha do alviverde no estadual, Miguel quer manter os pés no chão. “Não tem como falar [a sensação] em uma frase. Só tenho que agradecer a Deus. Antes, quando eu era mais novo, eu tinha de abrir os sites de notícias para saber do Palmeiras. Então, a alegria que estou sentindo hoje é indescritível. Mas sei também que é só o começo, não posso me iludir e pensar que já somos campeões. Tenho de ter os pés no chão e saber que agora, mais do nunca, é um degrau de cada vez”, disse.

O comandante palmeirense também foi elogiado pelo jovem atacante. “O Kleina sempre me tratou muito bem e isso me dá muita confiança. Eu vejo Kardec, Valdivia, entre outros, treinando e tento me espelhar nesses jogadores. Fico feliz de poder fazer parte de um elenco tão renomado”, comemorou.

Ele celebrou também o bom desempenho dos jovens palmeirenses nos últimos anos, principalmente sob o comando de Gilson Kleina. “É muito legal. Um dia o Palmeiras foi visto como um clube que não revelava ninguém. E hoje esta história está mudando. Vinicius jogou muito bem, Patrick fez gol, eu fiz gol. Tem sido bom para nós e para o clube. A gente fica feliz de colocar o Palmeiras onde ele tem sempre de estar, que é no primeiro lugar”, finalizou.

O Palmeiras retorna ao gramados na próxima quarta-feira (12) para enfrentar o Vilhena, na estreia do clube pela Copa do Brasil.