Após mordida, dirigente inglês diz que Suárez tem “problemas de saúde”

  • Por EFE
  • 25/06/2014 11h57
This combo of 2 photos shows Italy's defender Giorgio Chiellini (L) showing an apparent bitemark and Uruguay forward Luis Suarez (R) holding his teeth after the incident during the Group D football match between Italy and Uruguay at the Dunas Arena in Natal during the 2014 FIFA World Cup on June 24, 2014. Uruguay won the match 1-0. Uruguay star Luis Suarez faces expulsion from the World Cup for biting another player as FIFA confirmed it had opened disciplinary proceedings against him on on June 25, 2014. Suarez, banned twice before for biting opponents, appeared to sink his teeth into defender Giorgio Chiellini during Uruguay's 1-0 win over Italy. AFP PHOTO/ YASUYOSHI CHIBA / DANIEL GARCIA AFP Giorgio Chiellini e Luis Suárez - Itália x Uruguai - Mordida

O diretor-executivo da Associação de Jogadores Profissionais britânica (PFA), Gordon Taylor, disse nesta quarta-feira que o atacante uruguaio Luis Suárez deveria se tratar de “problemas de saúde” após ter mordido o zagueiro Giorgio Chiellini na vitória da seleção sul-americana por 1 a 0 sobre a Itália nesta terça-feira, pelo Grupo D da Copa do Mundo.

“O comportamento de Suárez não é aceitável e a partir deste ponto de vista é preciso tratar com ele temas sérios, problemas de saúde, de tratamento e de saúde mental”, declarou Taylor à emissora britânica BBC Radio.

O representante dos jogadores no Reino Unido, que trabalhou com o uruguaio nas acusações de Suárez por comportamentos incorretos, confessou que teme pela carreira do atleta caso não consiga “erradicar” o comportamento.

O jogador, de 29 anos, já foi punido duas vezes por morder adversários. Em 2010, o incidente aconteceu no duelo entre Ajax, defendido por ele, e Feyenoord, com Otman Bakkal. Já em abril do ano passado a vítima foi Branislav Ivanovic, no clássico entre Liverpool e Chelsea.

A equipe inglesa se negou a comentar a atuação de Suárez na Copa, e a imprensa britânica vem especulando que o clube vem estudando a possibilidade de negociá-lo, diante de propostas de Real Madrid e Barcelona.

Para Taylor, já foi visto “o melhor e o pior” de Suárez nos dois jogos do Uruguai na Copa dos quais ele participou. Depois de ter balançado a rede duas vezes na vitória sobre a Inglaterra por 2 a 1, ele não marcou diante da Itália e ainda cometeu a agressão a Chiellini.

“Foi muito decepcionante, de verdade. A Inglaterra me decepcionou, mas me senti duplamente decepcionado porque achava que nosso jogador do ano tinha mudado”, encerrou Taylor.