Após Moyes, Ferguson voltará a ajudar Manchester United na escolha de técnico

  • Por EFE
  • 23/04/2014 10h44
Alex Ferguson anuncia aposentadoria

Alex Ferguson terá “papel importante” na escolha do próximo técnico do Manchester United, que demitiu David Moyes, sucessor do comandante do clube por mais de duas décadas, é o que informa nesta quarta-feira a emissora britânica “BBC”.

► Concorra ao livro “Libertadores – Paixão que nos une”

Todos os membros da direção dos Diabos Vermelhos, além do escocês, que se aposentou no fim da temporada passada, serão consultados nos próximos dias, para apresentarem nomes para o comando, complementa a rede de televisão.

Curiosamente, Ferguson respaldou o nome do compatriota, ex-Everton, para ser seu sucessor. Moyes, contudo, acumulou recordes negativos e acabou dispensado ontem, com o Manchester United fora da zona de classificação para competições continentais, faltando quatro rodadas para o fim do Campeonato Inglês.

A diretoria, internamente, já admite que a contratação do escocês foi um “grave erro”, mas Ferguson garante que teria sido um “absurdo” não contratá-lo, pelo menos foi isso que fontes ligadas ao clube garantiram ao jornal “The Guardian”.

Ao que tudo indica, britânico Ed Woodward, vice-presidente executivo do United, será o responsável pela última palavra na escolha do técnico, com total confiança dos proprietários do clube, Joel e Avram Glazer.

Na imprensa, três nomes são considerados favoritos: o holandês Louis Van Gaal, que comanda a seleção de seu país, o italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid, e o italiano Antonio Conte, da Juventus. O francês Laurent Blanc, do Paris Saint-Germain, e o alemão Jürgen Klopp, do Borussia Dortmund, também tiveram os nomes veiculados.