Após nova derrota em casa, Enderson Moreira anuncia saída do Grêmio

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2014 08h57
Enderson Moreira anuncia saída do comando técnico do Grêmio

Enderson Moreira não resistiu à derrota para o ameçado Coritiba dentro de casa e não é mais o técnico do Grêmio. Após a partida, o próprio treinador, ao lado do presidente Fábio Koff, anunciou a saída do Tricolor gaúcho. André Jardine, técnico das categorias de base, será o interino até a definição do próximo nome. Tite, que já comandou o clube no início da década, é o mais cotado para assumir o cargo.

Depois de uma reunião após a partida, o treinador fez um pronuciamento emocionado e nem deu abertura para jornalistas fazerem perguntas. “A gente lamenta o resultado do jogo de hoje e em conversa com a direção, com o Rui [Costa, diretor executivo] e com o presidente, chegamos no acordo que, por mais que a gente tenha muito carinho e muito respeito e tentado fazer o melhor trabalho, não funcionou da maneira que todos esperávamos. Eu particularmente lamento muito. Queria publicamente aqui, depois desse acordo com a diretoria e o presidente, agradecer à torcida e pedir desculpas por aquilo que não funcionou”, disse.

Apesar de deixar o clube na 10ª colocação, Enderson Moreira acredita que o Tricolor está bem encaminhado para o restante da temporada. “Foram quase sete meses de trabalho árduo sem nenhum tipo de problema, algumas coisas foram feitas e executadas de forma muito tranquila para que a gente não tivesse algum tipo de comprometimento. O Grêmio está no caminho certo. Falta dar a liga suficiente para conquistar aquilo que tem pela frente. Muito obrigado a todos”, finalizou.

O treinador deixa o clube com 35 jogos disputados, 19 vitórias, nove empates e sete derrotas. Com aproveitamento de 62,8%, o treinador decepcionou na Libertadores [competição na qual foi eliminado nas oitavas de final] e não engrenou no Campeonato Brasileiro.

Tite, que fez ótimo trabalho no Corinthians e chegou até a ser cotado para a Seleção Brasileira, é o nome mais forte para assumir o time. Com passagem pelo clube de 2001 a 2003, o treinador conquistou um Campeonato Gaúcho e uma Copa do Brasil pelo Tricolor.